infiniti qx50 2019

Infiniti QX50 2019 – Além de estiloso e luxuoso, SUV é o primeiro a ter motor com compressão variável

Trazendo tudo novo, o Infiniti QX50 2019 ficou maior e mais arrojado, o SUV de luxo ganhou uma plataforma totalmente nova, assim como a carroceria que está mais aerodinâmica e fluída, ela incorpora um novo padrão de estilo para a marca japonesa, caracterizado principalmente pela grade frontal gigante e os faróis afinados.

infiniti qx 50 2019

infiniti qx50 2018 interior

A cabine surpreende pelo luxo, a qualidade dos materiais também merece destaque, há muita madeira, partes revestidas em alumínio e claro muito couro nobre, por exemplo os bancos são em couro acolchoado, enquanto o console central é forrado em couro aveludado Alcantara, de acordo com a Infiniti o acabamento é feito a mão e para ter o encaixe perfeito algumas peças são cortadas a lazer. O painel e as forrações das portas foram pensados para envolver os ocupantes, a tecnologia embarcada também chama a atenção, o modelo conta com duas telas de LCD Touch para o sistema multi-mídia que funcionam em conjunto.

infiniti qx50 2019

Motor com taxa de compressão variável é o primeiro no mundo…

Sob o capô talvez esteja a maior evolução do novo Infiniti QX50, ele é o primeiro carro de produção a dispor de um motor com taxa de compressão variável, o bloco chamado de VC-Turbo, ajusta seu funcionamento mecânico de acordo com a necessidade, apresentando ganhos significativos em desempenho e economia de combustível, a capacidade de mudança na taxa de compressão é tanta que o motor que bebe gasolina apresenta compressão similar a de um movido a diesel.

infiniti qx 50 2019

A taxa de compressão deste motor VC-T da Infiniti pode variar de 8:1 até 14:1. O propulsor tem a capacidade de utilizar a base de dois sistemas de injeção já usados atualmente para fazer a melhor queima do combustível:

  • A injeção comum Multi-ponto, usada atualmente na grande maioria dos carros normais, ela possibilita uma queima total do combustível nas câmeras em uma taxa de compressão mais alta, se mostrando mais eficiente em baixas velocidades.
    • Injeção direta de combustível, que é usada em carros de alta performance, permite que se obtenha mais potência na queima do combustível possibilitando que o motor trabalhe em um regime mais alto e uma taxa de compressão menor, ou seja, o curso do pistão é mais curto e a potência obtida é maior em menos tempo.

A grande sacada do propulsor da Infiniti é que ele escolhe qual taxa irá usar de acordo com a necessidade, o sistema é controlado por um recurso exclusivo criado pela marca chamado Harmony Drive, que faz as adaptações mecânicas necessárias no motor.

infiniti qx 50 2019

Os dados do bloco VC-Turbo chamam a atenção, trata-se de um 2.0 turbo, quatro cilindros que surpreende com 268 cv de potência e 37,9 kgfm de torque a 4.000 rpm, marcas que os rivais do segmento obtém usando um motor V6. Por exemplo a Chevrolet Trailblazer vendida no Brasil tem esse mesmo nível de potência, porém utiliza um motor 3.5 V6.

infiniti qx 50

A grande vantagem da taxa de compressão variável é o baixo consumo, na prática este novo motor 4 cilindros é cerca de 35% mais econômico que o antigo V6 usado pela geração anterior do QX50, segundo a Infiniti o novo modelo na versão 4×2 tem consumo médio (estrada/cidade) de 11.5 km/l, já a versão 4×4 11 km/l. Números similares ao obtido por um motor diesel.

Deixe um comentario ou opiniao

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *