nova vw amarok 2017

Nova Amarok 2017 é lançada no Brasil mais equipada porém novo motor só no segundo semestre

Após um hiato de seis anos, a Volkswagen Amarok está de cara nova no Brasil. Apresentada no Salão de SP em novembro de 2016, a picape renovada já está nas revendas, o modelo passou por um facelift de meia-idade, que inclui além de uma plástica no visual e novos equipamentos de série. A má notícia é que aguardado, novo motor V6, chega apenas no segundo semestre desse ano e somente para a versão top de linha Extreme.

nova vw amarok 2017

Embora tenha sido discreto (e se concentrado basicamente na dianteira), o tapa no visual fez muito bem para a Amarok. A picape, que visualmente, estava envelhecida diante da concorrência, ficou mais atual e atraente.

vw amarok 2017

A atualização estéticas, inclui uma nova grade com frisos cromados, novos faróis com LEDs e Full-LEDs – totalmente em leds nas versões mais caras, novo para-choque frontal, com tomadas de ar maiores, detalhes cromados e novos faróis de neblina, há ainda nova rodas de liga leves em toda as versões. Por fim, a versão top de linha Extreme, exibe ainda um novo santoantonio, semelhante ao utilizado por rivais, como S10 e Ranger, além de lanternas escurecidas.

Novo interior e novos equipamentos:

nova volkswagen amarok 2017 interior painel

O interior da Amarok continua sóbrio e simples como antes. Porém aqui as mudanças foram maiores que por fora, o painel foi reestilizado, esta bem mais bonito e com acabamento mais atraente, e conta agora com o mesmo desenho minimalista dos demais modelos da VW, além de uma nova central multimídia com tela de 6.5 polegadas touch screen, disponível para a versões, Trendline (pacote Composition Media) e Highline e Extreme (Discover Media). Esse último pacote inclui funções, como dual-bluetooth, leitura de mensagens de texto, sistema de navegação, câmera de ré. o volante da Amarok também é novo a peça conta com apliques em Black Piano e revestimento em couro e é multi-funcional.

nova vw amarok 2017 interior volante

nova volkswagen amarok 2017 interior sistema multi-midia

Também merece destaque os bancos dianteiros que mais mais parecem poltronas. Eles trazem apoios laterais e 12 opções de ajustes elétricos. Por fim o modelo também ganhou alguns novos equipamentos de série, como um sistema de som mais refinado com Bluetooth (a partir da Amarok SE) e borboletas para trocas sequenciais na versões com câmbio automático, além de itens de segurança, como indicador de pressão dos pneus e airbags laterais de tórax e de cabeça para o motorista e passageiro, para a versão Highline.

nova vw amarok 2017

Mas a Amarok pecou por não ter adotado a direção elétrica, mais leve do que a hidráulica e presente na Amarok alemã, e em algumas das suas rivais no Brasil.

Novo motor:

nova vw amarok 2017

O melhor da “Nova Amarok 2017”, chega apenas no segundo semestre, o novo motor V6 3.0L TDI Diesel. Mais forte, o bloco garante um ótimo desempenho à picape da VW, além de retomadas mais rápidas, a cereja do bolo estará disponível inicialmente apenas para a versão Extreme e entrega 224 CV de potência e 56.1 kgfm de torque. Além de um consumo melhor do que o 2.0L TDi atual.

Versões e preços:

nova vw amarok 2017

Ao todo a Nova Amarok 2017 é oferecida em seis versões, a gama começa pela frugal Amarok S, com cabine simples ou dupla e disponível unicamente com motor 2.0L turbodiesel de 140 CV e 34.7 kgfm de torque, junto com câmbio manual de seis velocidades. Para ter uma dessas estacionadas na garagem são necessários R$ 113,990 cabine simples e R$ 126,990 na cabine dupla.

vw amarok 2017

Em seguida há as intermediárias, SE (R$ 130,990) e a Trendline (R$ 148,990). Ambas contam com motor 2.0L biturbo  de 180 CV e 40.8 kgfm de torque, a principal diferença entre as duas é que a SE sai de fábrica com câmbio manual de seis velocidades, enquanto a Trendline vem de série equipada com uma caixa automática de oito velocidades.

nova amarok extreme 2017

Por fim a gama inclui a top de linha Highline (R$ 167,990) e a inédita versão Extreme (R$ 177,990), foto acima. Ambas contam com o motor de 180 CV e câmbio automático de 8 marchas. O preço mais alto se justifica pela adição de equipamentos de série, como os bancos em couro, piloto automático, a central multimídia mais sofisticada, faróis com acendimento automático e rodas de polegadas maiores, aro 19 no caso da Hignline e de 20 polegadas na Extreme. Essa última ainda conta bancos em couro Nappa, carpetes exclusivos, santoantônio com padrão exclusivo e pintura especial na caçamba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *