Chevrolet mostra a nova Captiva 2020 na Tailândia, porém ela não virá para o Brasil

nova captiva 2020

A Chevrolet revelou nesta terça-feira (28 de março), na abertura do BIMS 2019, (Bangkok International Motor Show) na Tailândia a nova geração da Captiva, porém é bom salientarmos algumas detalhes logo de cara, esta aparentemente é uma Captiva feita apenas para o mercado asiático, e não é exatamente um carro novo, na verdade é uma versão levemente reestilizada pela Chevrolet, do SUV chinês Baojun 530.

Continua logo após a publicidade...

nova chevrolet captiva 2020

Nova Chevrolet Captiva 2020 apresentada na Tailândia, traz a base, componentes mecânicos e carroceria do Baojun 530, marca chinesa parceira da GM, isso foi feito para cortar os custos no desenvolvimento de um modelo inteiramente novo. O design inclusive é praticamente o mesmo já visto no SUV chinês, com exceção de pequenos detalhes.

A dianteira tem um design bastante moderno e agressivo, a grade tem desenho influenciado pelos recentes lançamentos da Chevrolet, os faróis são divididos em dois conjuntos distintos, mais acima envolvidos pela grade, estão os faróis auxiliares com luzes de LED para condução diurna, e mais abaixo no para-choque estão os faróis principais, além dos faróis de neblina também por LED, um estilo similar ao visto na Fiat Toro por exemplo.

Continua logo após a publicidade...

chevrolet captiva 2020 lateral

Nas laterais a nova Captiva 2020 tem estilo arrojado com vincos evidentes, porém o desenho é exatamente o mesmo visto no Baojun 530. Assim como a traseira que também tem o mesmo desenho do irmão chinês, com visual bastante agressivo, com lanternas grandes, um spoiler integrado na tampa do porta malas, vários vincos, e um para-choque com perfil esportivo com saídas de escape grandes e cromadas.

chevrolet captiva 2020 interior painel

Acima o interior do Boujum 530, deve ser o mesmo da nova Captiva

Clique na imagem para ampliar

Interior e equipamentos…

A Chevrolet ainda não revelou o interior da nova Captiva 2020, porém ele será praticamente o mesmo do Baojun 530 (foto acima), com acabamento em dois tons no painel com apliques em couro, sistema multi-mídia de ultima geração, além de detalhes como teto solar panorâmico, bancos em couro, ar-condicionado digital dual zone com saída para o banco traseiro, partida por botão, freio de estacionamento eletrônico e outros itens, além de contar com recursos de segurança ativa, como piloto automático inteligente, auxilio para permanência e mudança de faixa, monitoramento de pontos cegos e etc.

nova chevrolet captiva 2020 7 lugares interior

Sete lugares…

Em comparação com a primeira geração da Captiva vendida no Brasil, o nova geração modelo 2020 é maior, são 4.65 m de comprimento, 8 cm mais comprido, e o entre-eixos tem 2.75 metros, 5 cm mais longo que o antigo modelo, a largura é de 1.83 m, 2 cm mais largo, enquanto a nova Captiva também é mais alta, tendo 1.76 m, 6 cm mais alta em relação ao carro conhecido pelos brasileiros.

nova chevrolet captiva 2020 traseira

Estas medidas são similares as dimensões da Chevrolet Equinox, e permitem a nova Captiva 2020 ter sete lugares, além de maior espaço para os passageiros do banco traseiro e no porta malas.

nova captiva 2020

Motorização…

A Chevrolet ainda não confirmou a motorização da Nova Captiva 2020, porém a imprensa asiática, fala que o modelo virá equipado com o mesmo motor do Baojun 530, um bloco 1.5 turbo, a gasolina, 4 cilindros que desenvolve 147 cv de potência e 23 kgfm de torque, vindo com tração 4×2 e câmbio automático tipo CVT, uma versão 4×4 pode ser lançada em um futuro próximo.

nova captiva 2020

Clique na imagem para ampliar

A nova Captiva virá ao Brasil?

Tudo indica que a nova Captiva não virá ao Brasil, primeiramente porque o modelo inicialmente foi feito apenas para atender aos mercados asiáticos, segundo porque ela tem os mesmo moldes da Equinox, vendida no Brasil desde 2017 e que ficou no lugar da Captiva, lembrando que a linha de SUVs da Chevrolet no Brasil já conta com três modelos: Tracker, Equinox e Trailblazer, e ainda há a possibilidade do lançamento da nova Blazer, ou seja, dificilmente teria espaço para mais um, a não ser que a Chevrolet tire a Equinox de linha.

Na Tailândia, as vendas da nova Captiva 2020 começam no segundo semestre.

chevrolet captiva 2008 a 2016

A primeira geração da Captiva foi lançada no Brasil em 2008, fazendo bastante sucesso ficou no mercado até 2017

A Captiva original fez sucesso no Brasil

Lembrando que a Chevrolet Captiva de primeira geração, era baseada em um SUV da Opel, ela foi lançada mundialmente em 2006, além da Europa foi vendida nos EUA, Ásia e América Latina, chegou ao Brasil em 2008 importada do México, apenas na versão top Sport com o potente 3.6 V6 de 261 cv – em 2011 veio a versão mais barata com motor 2.4 Ecotec quatro cilindros de 171 cv e mais tarde 178 cv e o motor V6 ficou mais potente agora um 3,0 com 268 cv.

Na época de seu lançamento a Chevrolet Captiva logo virou sinônimo de status no Brasil, fazendo muito sucesso alcançando bons números em vendas – em 2010 por exemplo, o modelo emplacou mais de 13 mil exemplares no ano, algo em torno de 1000 a 1500 unidades vendidas ao mês, o que a fez líder da sua categoria, porém o tempo passou, ela encareceu, outros modelos vieram e a falta de novidades acabou deixando a Captiva obsoleta no mercado, a Chevrolet deixou de vende-la no Brasil em 2017.  Lembrando que na Europa o modelo ganhou uma nova geração em 2012 (foto abaixo), porém que infelizmente não chegou a ser vendida no Brasil.

chevrolet captiva 2012 a 2017 europa

Na Europa houve uma segunda geração da Captiva lançada em 2012, porém não foi vendida no Brasil

Com 9 anos no mercado brasileiro a Captiva acumulou mais de 61.400 unidades vendidas, ela foi substituída já em 2017 pela Equinox, que por enquanto não conseguir ter o mesmo sucesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *