Kasinski Comet GT250 R 2012 – Visual impressionante e bem equipada por R$ 14.990, conheça em detalhes

kasinski comet gt 250r

Esportiva conta com esperto motor V2 de 250 cc e 32.1 cv

Nos últimos anos as vendas das motos “Sports” no Brasil tem crescido a passos largos. No topo desse segmento cada vez mais importante, está atualmente a Kasinki Comet GT 250R, no ano passado com um volume de 4.448 exemplares, ela foi a esportiva mais vendida do Brasil, a frente da nobre Kawasaki Ninja 250R.

kasinski comet gt 250r 2012

Desde que chegou ao Brasil em 2010, a Comet trava uma verdadeira batalha com a Ninja pela liderança do segmento. Em 2011 ela vendeu, de acordo com o ranking da Fenabrave, apenas 56 exemplares a mais do que a Kawasaki que ficou em segundo com 4.392 exemplares.

kasinski comet gt 250r 2013

Por trás do sucesso da Comet 250R está uma receita que combina  um preço convidativo, ( a partir de R$ 14.990), com um design bastante agressivo e impressionante para uma moto de apenas 250 cc. Ao vermos uma Comet GT 250R nas ruas é fácil confundi-la com uma moto maior, de alta cilindrada. O estilo da Comet 250 GT foi inspirado na sua irmão maior a Comet GT 650R.

kasinski comet gt 250 r 2012

A Comet GT 250 é dotada de um diferente motor 2 cilindros em V de 250 Cm³ com injeção eletrônica e refrigeração a ar e óleo, este motor garante um desempenho razoável para a sportbike da Kasinski. O bloco trabalha em conjunto com um caixa de câmbio manual de cinco velocidades, e desenvolve uma potência de cerca de 32.1 CV a 10.000 rpm e um torque de 2.2 kgfm a 6.750 rpm, comparado com outros 250cc possui uma ótima potência, bem maior que os rívais.

kasinski comet gt 250r 2013

As rodas e o conjunto de freios ressaltam a aparência esportiva da Comet GT 250R, as rodas são claro de alumínio trazem desenho interessante e são calçadas por pneus aro 17, medidas 110/70 na dianteira e 130/70 na traseira. O sistema de freios traz discos duplo na dianteira com 300 mm de diâmetro, mordida por pinças de dois pistões e simples na traseira, com 230 mm de diâmetro com pinça de dois pistões. A suspensão dianteira é do tipo garfo telescópico invertido, com 120 mm de curso, enquanto na traseira é do tipo balança, monochoque ajustável. O tanque da Comet GT 250R é bastante amplo, tem capacidade para 17 litros, o que garante uma boa autonomia a moto. O painel é digital multi-funcional, porém com velocímetro tradicional analógico e de fácil leitura.

 

kasinski comet gt 250r 2013

 

Na rabeta a lanternas contam com luzes de LEDs

Assim como a maioria das sport, as Kasinski não se dá muito bem nas grandes cidades, devido a sua posição de pilotagem andar com o modelo no dia a dia no transito urbano não é uma das tarefas mais fáceis. O habitat natural da Comet 250 são as estradas, a moto é uma boa opção para que deseja uma esportiva, porém que não tem muita grana para investir ou para os pilotos ainda inexperiente que estão em busca de sua primeira moto sport. Atualmente a GTR 250 tem um preço sugerido de R$ 14.990, porém o valor varia de acordo com a região e a cor do modelo. Em algumas revendas a moto chega a custar até R$ 16.500, a pintura branco e cinza ou preta e vermelho custa cerca de R$ 500 mais caro do que as demais única tonalidade (toda preto ou toda vermelha).

kasinski gtr 250 2012

O segmento das motos sport 250 nunca esteve tão aquecido quanto agora. Além da eterna sua arqui-ríval Kawasaki Ninja 250R (que tem preço de tabela de R$ 15,500), a Comet também concorre com a Dafra Roadwin 250 que custa R$ 12,490 e com a recém lançada Honda CBR 250R que chega por R$ 15,490 e a veterana Yamaha Fazer 250 que atualmente sai por R$ 11.280.

Confira acima o vídeo de divulgação e apresentação da Kasinski Comet GT 250R

One Comment

Deixe um comentario ou opiniao

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *