lotus evija

Lotus Evija – Hipercarro elétrico com 2000 cv vai de 0 a 100 em menos de 3 segundos e custa R$ 8 milhões

A Lotus durante muito tempo produziu alguns dos melhores esportivos do mundo, porém desde a década passada a marca britânica vem passando por um grande período de decadência e vem perdendo relevância no mercado. Querendo virar a página e voltar a ser referência em carros de alta performance, a Lotus está revelando o inédito “hipercarro” elétrico Evija, ele começa a ser produzido já em 2020 e será simplesmente o carro de produção mais potente do mundo, dando início a uma nova era para a marca britânica. A expectativa é que o Lotus Evija tenha em tornos de 2.000 cavalos, superando máquinas com o Pininfarina Battista e o Rimac C-Two, esportivos elétricos artesanais com respectivamente com 1.900 e 1.914 CV.

Continua logo após a publicidade...

lotus evija

O bólido chegará as ruas em 2020 e terá produção limitada a apenas 130 exemplares cada uma custando quase R$ 7 milhões

Uma nova era para a Lotus…

De acordo com a Lotus a produção do Evija será limitada a apenas 130 exemplares, cada uma deles custará a bagatela de 1.7 milhões de libras (cerca de R$ 7.9 milhões). O hipercarro (termo atualmente utilizado para superesportivos com mais de 1.000 CV), marca uma mudança na filosofia da Lotus, na última década a marca se especializou em construir esportivos pequenos e poucos potentes como o Elise ou Evora, carros que tem um excelente desempenho não graças a potência, mas sim ao baixo peso. O Evija marca uma nova fase para a Lotus, por ser o primeiro carro inédito da marca em 10 anos, é o primeiro carro lançando desde que a Lotus passou para o comando da marca chinesa Geely e também o primeiro carro 100% elétrico lançado pela Lotus.

novo lotus evija

O Evija vai de 0 a 100 km/h em menos de 3 segundos e passa dos 320 km/h

Continua logo após a publicidade...

O Evija terá 4 motores elétricos de 500 cv e irá de 0 a 100 km/h em menos de 3 segundos

Segundo dados da construtora, o Evija terá um desempenho surreal, ele será alimentado por quatro motores elétricos, um em cada roda, a potência exata ainda não foi revelada, porém a Lotus fala que cada um dos motores elétricos terá cerca de 500 cv, ou seja, a potência total combinada ficará na casa dos 2000 cv, já o torque será de 170 kgfm. Esta potência colocará o Evija como o carro produzido em série mais potente do mundo. Os motores elétricos serão alimentados por um poderoso “pack” de baterias de íons de lítio, montadas centralmente no carro, logo atrás dos bancos, tendo capacidade para 2,000 kW, este conjunto elétrico está sendo desenvolvido pela Williams Advanced Engineering (WAE) em parceria com a Lotus.

Ainda de acordo a Lotus, o Evija será capaz de atingir os 100 km/h em menos de 3 segundos, já a barreira dos 300 km/h será superada em meros 9 segundos, tempo que a maioria dos carros comuns mau consegue chegar aos 100 km/h. Porém ainda há limitação por usar motores elétricos, apesar de toda esta cavalaria, a velocidade máxima ficará na casa dos 340 km/h, bastante veloz é verdade, porém ainda distante se comparada aos supercarros com motor a gasolina, que já conseguem superar a barreira dos 400 km/h.

lotus evija

Ele poderá rodar até 400 km com uma carga

Apesar de ser um “hipercarro”, o bólido elétrico da Lotus será um veículo funcional, que pode ser  usado no dia a dia, ele tem cinco modos de pilotagem diferentes, cada um com um objetivo especifico: Range, City, Tour, Sport e Track. O City por exemplo, é voltado para a rodagem no dia a dia na cidade, enquanto o Tour é voltado para rodar na estrada e o Sport oferece um pilotagem mais esportiva, já o Track é recomendando apenas para as pistas de corrida e usa toda a potência disponível. Apesar de ser super potente, a autonomia do Lotus Evija impressiona, de acordo com a fabricante, no modo econômico Range, ele chega a rodar por até 400 km com uma carga completa das baterias.

Recarga das baterias também será rápida…

Já a carga das baterias também será rápida, 80% das carga pode ser obtido em apenas 12 minutos usando um carregador de alta potência com 350kW (o mais potente disponível atualmente no mundo). Além disso a empresa Williams Advanced Engineering, responsável pelo projeto do sistema elétrico do carro, afirma que as baterias do Lotus Evija, aceitam carga de até 800 kw, apesar de que este “supercarregador” ainda não está sendo vendido para o público, com ele toda a carga completa das baterias poderá ser feita em menos de 9 minutos.

lotus evija 2020

Clique na imagem para ampliar

As linhas do Lotus Evija foram projetadas após muito tempo no túnel de vento

Como não poderia deixar de ser (em um carro que vai de 0 a 100 km/h em 2 segundos) o visual do Evija é extremamente arrojado, o bólido traz um estilo extremamente futurista e aerodinâmico. O objetivo do projetistas da Lotus foi criar um modelo bonito e estiloso, porém com a melhor aerodinâmica possível, para isso foram necessárias várias horas de testes no túnel de vento, além de influências dos carros de Le Mans e F1.

lotus evija

Clique na imagem para ampliar

Há uma série de elementos estéticos que têm como função aprimorar o fluxo de ar da dianteira em direção a traseira, como por exemplo as tomadas de ar dianteiras que além de refrigerar os motores do eixo dianteiro, faz o ar cortar o carro saindo atrás das rodas dianteiras, solução que melhora o comportamento em curvas e a estabilidade em retas,  esta mesma solução de fazer o ar fluir atravessando o carro também foi adotada na traseira, o ar entra nas laterais – o fluxo de ar aqui que não é usado para refrigerar apenas tem função aerodinâmica, e literalmente sai de dentro das lanternas traseiras que são de LED e tem estilo totalmente futuristas – repare na foto abaixo, criando uma espécie de efeito solo, com o ar se movendo através do carro. Ainda falando em aerodinâmica na traseira há um grande aerofólio ativo DRS que fica escondido, ele se ergue de acordo com a velocidade, ou para ajudar o carro durante as frenagens, funcionando de forma automática no modo Track, ou pode ser ativado de forma manual através de um botão no volante, assim como nos carros de F1.

lotus evija 2020 traseira rear view

Clique na imagem para ampliar

Um dos destaques do Lotus Evija é sua construção, o peso leve e o chassi monocoque são duas das marcas registradas da marca Lotus vivas neste novo modelo, o chassi do tipo monocoque do Evija é similar ao usado por um carro de F1, ou seja, há uma única peça base na qual todo o carro é encaixado, o chassi em si pesa apenas 129 kg, uma marca impressionante, e o peso total do carro é de 1680 kg, bastante leve se levarmos em conta que estamos diante de um carro com 4 motores e um pesado pack de baterias.

lotus evija detalhe retrovisor e saída de ar

Acima detalhe das câmeras retrovisores que se projetam para fora do Lotus Evija

Para deixar o visual mais limpo e aerodinâmico, não há retrovisores na carroceria, ao invés disso três câmeras mostram o que se passa ao redor e atrás do Lotus, duas delas estão nas laterais próximas as caixas das rodas dianteiras, elas ficam escondidas dentro da carroceria se projetando para fora quando necessárias (foto acima) e a terceira câmera fica na traseira, sob o compartimento aonde ficaria o motor traseiro em um carro a combustão.

lotus evija

Também não há maçanetas externas nas portas do Lotus Evija, as portas são abertas apenas através de um controle remoto, e assim como nos carros da Lamboghini, as portas se abrem para cima ao estilo asas de gaivota com sistema de abertura diedral. Outros detalhes que chamam a atenção é altura bastante baixa do esportivo, ele fica apenas 10.5 cm do chão, as rodas em magnésio, são aro 20 na dianteira e 21 na traseira, elas tem uma única porca de fixação, assim como as rodas dos carros de corrida, o Lotus Evija será o primeiro carro do mundo a contar com faróis completos (faróis baixo e alto) com iluminação a laser, além de terem capacidades muito além das lâmpadas comuns, estas novas lâmpadas a laser produzidas pela marca Osram, deixam o farol bastante compacto.

Sistema de suspensão do Lotus Evija é praticamente o mesmo da F1…

O sistema de suspensão do Lotus Evija foi feito pela renomada fabricante canadense Multimatic, especialistas em desenvolver suspensões e amortecedores para carros de competição inclusive para a Fórmula 1, no caso do Lotus, o modelo conta com uma suspensão bastante avançada, usando três amortecedores adaptativos em cada eixo, sendo eles do tipo “spool-valve dampers”, dois destes amortecedores adaptativos são utilizados para manter a estabilidade do carro em curvas, e o terceiro amortecedor central é usado apenas para controlar a a altura do carro, a equipe Red Bull de F1, usou exatamente este tipo de amortecedor em sua era vitoriosa com 4 títulos de 2010 a 2013 na Fórmula 1.

lotus evija interior painel dashboard

Clique na imagem para ampliar

Interior do Lotus Evija também é inovador

O interior também é totalmente futurista, o Evija parece um carro conceito saído de algum filme de ficção cientifica, apesar de estilosa a cabine do Lotus elétrico é bastante minimalista para ajudar a manter o peso do carro baixo, o volante tem desenho retangular bastante atípico para um carro de rua, com base e topo achatados, é uma versão maior dos volantes dos carros de F1, ele traz diversos botões e comandos como por exemplo escolha do modo de condução, ativação do aerofólio traseiro DRS e funções estranhas para o volante como acionamento das setas e dos faróis.

lotus evija interior console central

Um dos chamarizes da cabine é o console central do tipo flutuante que conta com uma  série de botões “touch”dispostos em uma superfície preta brilhante que imita vidro. Os botões tem desenho de colmeia e neles é possível desde controlar o sistema de telefonia, computador de bordo, ar-condicionado e ajustes dos bancos, há ainda um botão giratório, e não existe alavanca de câmbio, no lugar dela há três botões no console “D”, “N” e “R”, ou seja, drive, neutro e marcha ré.

lotus evija volante

Destaque ainda para o painel de instrumentos multi-funcional, este painel tem função tradicional exibindo dados como velocidade, além de funções mais complexas como sistema multi-mídia, conexão com celular e internet, ajustar as configurações do carro e até mesmo no modo track informar o tempo de volta, a melhor volta, e a última volta dentro de um circuito, isto é possível graças a conexão do carro com a internet e GPS. As câmeras laterais exibem imagens em telas posicionadas nas portas, os bancos são finos feitos em fibra de carbono, contam ainda com cintos de segurança ao estilo de competição com 3 pontos, o acabamento da cabine do Lotus Evija inclui ainda materiais como couro Alcântara, alumínio e fibra de carbono.

lotus evija interior

Preço e vendas do Lotus Evija…

A previsão da Lotus é de que o Evija tenha suas primeiras unidades sendo entregues em 2020, porém o bólido já está disponível para reservas, é necessário o cliente desembolsar uma quantia de apenas 250,000 libras (mais de R$ 1 milhão) como sinal, para deixar o nome na lista, lembrando que o preço inicial divulgado é de £1.7 m (milhões de libras), além de taxas e impostos, o que na pratica daria algo próximo aos R$ 8 milhões de reais.

A Lotus afirma que venderá o carro em um programa de venda direta da fábrica para o cliente, sendo que uma rede mundial de 220 revendas da marca, ficarão responsável pela entrega e serviço de pós-venda. De acordo com a fabricante inglesa a produção do Evija, não passará das 130 unidades.

lotus evija

O Lotus Evija custará o equivalente a R$ 8 milhões na Europa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *