McLaren GT 2020 conheça em detalhes

mclaren gt

Está chegando as lojas da Europa agora em novembro o mais novo carro da McLaren, chamado simplesmente de “GT”, ele busca traduzir de forma perfeita o significado da sigla “Gran Turismo”, ou seja, um carro esportivo de alto desempenho, que foca também no conforto e boa dirigibilidade para as estradas, além disso, o McLaren GT traz um dos desenhos mais bonitos já feitos pela McLaren, sem falar no seu interior, que oferece luxo e conforto poucas vezes visto em um carro esportivo. Seu motor é uma usina de força, V8 bi-turbo, que bebe gasolina de uma forma contida, porém despeja 620 cv de potência, o suficiente para fazer o McLaren GT disparar de 0 a 100 km/h em apenas 3.2 segundos.

Continua logo após a publicidade...

mclaren gt 2020

Clique na imagem para ampliar

O GT é o maior carro já feito pela McLaren

O mais novo integrante da família de carros McLaren será o maior já feito em dimensões, o GT tem uma carroceira exclusiva com quase 4,70 metros de comprimento (é o maior carro de rua já feito pela McLaren), isso porque a dianteira e a traseira do GT tem um tamanho alongado, atípico para um McLaren, só para comparar, o lendário McLaren F1 de 1996 tinha apenas 4.29 m de comprimento e o P1 de 2013 tem 4.59 m.  Também chamam a atenção a largura do GT que é de largos 2.09 metros, e a altura extremamente baixa, apenas 1.29 m.

Continua logo após a publicidade...

mclaren gt

Clique na imagem para ampliar

Design do McLaren GT impressiona

A carroceria do GT tem um desenho comportado e elegante, principalmente em comparação com modelos como o P1, 540 e o 650, sem dúvidas este é um dos carros mais belos já feitos pela McLaren. Em relação aos outros modelos atuais da marca, a carroceria do GT traz faróis menores e mais finos, para-choque dianteiro com tomadas de ar menos chamativas, as laterais tem um estilo mais limpo, trazendo em destaque a gigante tomada de ar lateral que leva ar para o motor, que fica localizado atrás dos bancos.

mclaren gt

Clique na imagem para ampliar

Visto de traseira o McLaren GT 2020 também agrada, ao invés de usar lanternas convencionais, com lâmpadas e lente, o modelo utiliza um pequeno filete de LED, que além de funcional confere uma aparência bastante futurista ao carro. No lugar onde ficariam as lanternas tradicionais, a McLaren optou por colocar duas saídas de ar extras para o motor.

mclaren gt

Clique na imagem para ampliar

As rodas também são grandes, aro 20 na dianteira e 21 na traseira, isso mesmo aro 21, estas são as maiores rodas já usadas por um McLaren, elas são calçadas por pneus de alta performance Pirelli P Zero, com uma configuração de desenho exclusivo para o GT.

mclaren gt

Clique na imagem para ampliar

Chassi feito em fibra de carbono

Um dos diferenciais do McLaren GT frente a outros carros Gran Turismo, é sua construção, apesar de não ser um carro feito para as pistas de corrida ou que foca apenas no desempenho, o GT incorpora uma concepção de alta performance, seu chassi é uma variante para estradas do chassi tipo monocoque, usado por carros de corrida como na Fórmula 1, este chassi é chamado pela McLaren de MonoCell II-T, foi feito especialmente para o modelo GT, é praticamente todo feito em fibra de carbono. Esta solução de construção garante um peso extramente baixo (1530 kg) e um ótimo comportamento em curvas, o McLaren GT é o mais leve da categoria, segundo a fabricante o carro é mais de 130 kg mais leve do que o principal rival.

mclaren gt porta malas traseiro

Apesar de ter motor central/traseiro, o McLaren GT tem um pequeno porta malas sobre o motor

Clique na imagem para ampliar

Motor central, há dois porta-malas…

Ao contrário de outros modelos Gran Turismo, feitos para a estrada como a Ferrari 812 e Aston Martin Vantage, o McLaren GT se diferencia por ter motor central (posicionado logo atrás dos bancos), enquanto os rivais contam com motor na dianteira. Visando o desempenho e equilíbrio em curvas isso é muito bom, porém não deixa o carro pratico para o uso no dia a dia, já que não há porta malas, então como é que você vai pegar a estrada sem levar as malas?

mclaren gt 2020 porta malas dianteiro

O McLaren GT conta com dois porta malas, um na traseira com 150 litros e outro na dianteira com 420 litros

Clique na imagem para ampliar

Sabendo disso os engenheiros da McLaren desenvolveram dois porta-malas para o GT, como o motor é pequeno e a estrutura do chassi na traseira é compacta, eles conseguiram criar um pequeno compartimento para malas na traseira do carro sobre o motor, com espaço para 150 litros, o suficiente por exemplo, para acomodar duas sacolas de golf, ou uma mala grande, enquanto que na dianteira há outro compartimento para bagagens, maior com 420 litros (foto acima).

mclaren gt

Clique na imagem para ampliar

Interior de carro de luxo…

Um dos diferenciais da McLaren GT 2020 é seu interior, o modelo traz uma cabine bastante estilosa e com um acabamento de alto padrão, com muito luxo, praticamente tudo é revestido em couro, inclusive o painel, teto e as portas, o comprador poderá escolher o tipo de couro e a cor, toda a cabine é feita de forma artesanal a mão, o comprador do McLaren GT terá a sua escolha nada menos do que 16 opções de cores para o interior. O painel tem poucos botões físicos, tudo praticamente é controlado pela tela do sistema multi-mídia, que fica em uma posição de pé ao centro do painel, inclusive o ar-condicionado é comandado pelo touch.

mclaren gt

Clique na imagem para ampliar

No console central, aonde normalmente ficaria a alavanca do câmbio (foto abaixo), ficam três botões: “D”, “N” e “R” que servem para escolher a marcha engatada, além de alguns botões que ativam ou desativam recursos do carro como, controle de largada e o modo de condução: Comfort, Sport e Track, além do ajuste da suspensão e o principal deles, o botão que da a partida no motor.

mclaren gt

Clique na imagem para ampliar

mclaren gt

Clique na imagem para ampliar

Esportivo superequipado…

A lista de equipamentos do McLaren GT também chama atenção, é digna de um sedan de luxo, há um painel 100% digital configurável de 12.3 polegadas, teto panorâmico em vidro com abertura elétrica, ar-condicionado digital dual zone, faróis FULL LED com ajuste automático de altura, suspensão com amortecedores hidráulicos ajustáveis, que elevam a altura do carro em até 2 cm, totalizando 113 mm de altura em relação ao solo (facilitando a entrada e saída de calçadas), sistema de som da marca Bower Wilkins com nada menos do que 12 alto falantes, 1200 watts de potência e dois subwoofers, bancos com ajustes elétricos memória e aquecimento, ainda em termos de luxo os bancos do McLaren GT contam com uma interessante função “comfort entry” e “exit”, um sistema elétrico que move o banco para trás o máximo possível e recolhe a coluna de direção o máximo possível para próximo do painel, para facilitar a entrada e saída do carro.

 

mclaren gt

Clique na imagem para ampliar

Apesar do sistema de som ser uma verdadeira obra de arte, certamente a melhor pedida é ouvir o ronco do V8 rugindo atrás dos bancos, para isso a McLaren desenvolveu um sistema de escapamento ativo, ou seja, de acordo com o modo de condução escolhido, há duas válvulas dentro do escapamento que se abrem ou fecham alterando a altura e o tipo do ronco do motor, por exemplo, no modo Comfort, estas válvulas são fechadas, permanecendo fechadas até os 160 km/h. No modo Sport e no Track, elas ficam abertas o tempo todo, deixando o barulho do carro estrondosamente alto e chamativo.

mclaren gt

Clique na imagem para ampliar

Motor V8 de 620 cv…

Deixando o melhor para o final, vamos falar do coração do McLaren GT, apesar do foco deste esportivo britânico não ser o desempenho ou a sua potência bruta, ele ostenta um conjunto mecânico de respeito. Um motor 4.0, V8, que entrega 620 cv de potência a 7500 rpm, e um pesado torque de 63 kgfm obtidos entre 3.000 a 7250 rpm. A tração é traseira, e o câmbio automatizado SSG de sete velocidades e dupla embreagem.

Um V8 econômico igual um 1.0 !?…

Como dissemos, o foco do McLaren GT é ser um carro para pegar a estrada e fazer viagens longas, visando isso, para melhorar a autonomia do modelo, a McLaren o equipou com o motor mais econômico já feito em sua história, o M840TE, apesar de ter 4 litros, bi-turbo e 8 cilindros, este bloco traz diversas tecnologias para economizar combustível e consequentemente fazer o carro ir mais longe, sua autonomia rodando em velocidade de cruzeiro, respeitando a velocidade máxima das vias, é de impressionantes 650 km com um tanque cheio – a mesma de um carro comum com motor 1.0. A McLaren a fala que o GT tem consumo médio ficando entre 8,4 km/l a 9,25 km/l com um litro de gasolina, o curiosamente o McLaren GT conta com sistema Start/Stop que desliga o motor de forma automática quando o carro para em um semáforo por exemplo, uma preocupação atípica para um supercarro, que normalmente são beberrões e tem como última preocupação de seus donos economizar gasolina.

mclaren gt

Clique na imagem para ampliar

Desempenho, 0 a 100 km/h em 3,2 segundos

Com seus 620 cv, o McLaren GT 2020 dispara de 0 a 100 km/h em 3,2 segundos, partindo do zero em aceleração constante ele alcança os 200 km/h em 9 segundos, e tem capacidade para chegar aos 326 km/h de velocidade máxima.

Como acelerar rápido é bom, porém parar rápido é melhor ainda, o McLaren GT vem equipado com freios com discos grandes de 367 mm de diâmetro na dianteira e 354 mm na traseira. O GT vindo a 100 km/h precisa de apenas 32 metros para parar por completo, enquanto que vindo a 200 km/h são necessários 127 metros.

mclaren gt

Clique na imagem para ampliar

Opcionalmente para quem busca um pouco mais de performance, ou pretende levar o McLaren GT para um “track day” em uma pista de corrida, o comprador como opcional pode levar freios de alta capacidade com discos feitos de cerâmica e carbono, são discos gigantes com 390 mm de diâmetro na dianteira e 380 mm na traseira, mordidos por pinças especiais em alumínio com seis pistões na dianteira e quatro pistões na traseira.

mclaren gt

Clique na imagem para ampliar

Preço do McLaren GT…

As primeiras unidades do McLaren GT estão chegando as lojas da Europa agora em novembro de 2019, em comparação com outros supercarros que superam milhões, o preço do McLaren GT até que é acessível, no Reino Unido ele parte de 163 mil libras (R$ 841 mil), nos EUA ele sairá por US$ 210 mil (R$ 835 mil). Ainda não há informações sobre uma possível data de lançamento oficial no Brasil.

mclaren gt

Clique na imagem para ampliar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *