mercedes glc

Mercedes GLC 2017 – Classe C off-road chega por R$ 222,900

mercedes glc 2016

A Mercedes está trazendo para o Brasil seu mais novos SUVs, o GLE Coupe (uma espécie de BMW X6 da marca – confira a matéria aqui ) e o inédito GLC. Baseado no sedan Classe C, este último conheceremos em detalhes agora, ele chega custando a partir de R$ 222,900 e traz uma série de atributos, a começar pelo belíssimo design – que traz o novo padrão visual da montadora alemã.

Continua logo após a publicidade...

novo mercedes glc 2016

Sucessor do GLK (que por sinal nunca fez muito sucesso em terras brasileiras), o Mercedes GLC chega com a missão de competir diretamente com BMW X3, Audi Q5 e Lexus NX, ou seja, o utilitário esportivo será o jipe intermediário da gama da Mercedes. Se posicionando entre o compacto GLA e o GLE. Ao todo serão duas versões de acabamento, a de entrada GLC 250 – que custa a partir de R$ 222,900 e a top de linha Sport – que custa a bagatela de R$ 264,900. A diferença entre as duas configurações – está no conjunto de equipamentos de série e no pacote de acessórios da AMG (divisão esportiva oficial da Mercedes presente na versão Sport).

mercedes glc 2016

Continua logo após a publicidade...

Ambas versões são impulsionadas pelo eficiente motor 2.0L, turbo a gasolina quatro cilindros de 211 CV e 35,7 kgfm. Embora não seja nenhuma usina de força, o bloco garante um excelente desempenho ao GLC, ele forma um bom conjunto com o moderno câmbio de nove marchas – que garante trocas rápidas e suaves, a tração é integral nas quatro rodas, 4Matic.

mercedes glc 2016

O desempenho é vigoroso, segundo dados de fábrica, o GLC precisa de apenas 7.3 segundos para ir de 0 a 100 km/h, já a velocidade máxima é de 222 quilômetros por hora, e sua tração 4×4 com distribuição automática por demanda garante ao modelo uma boa valentia para andar também fora do asfalto.

mercedes glc 2016

Junto com a performance, outro destaque do GLC é o seu belo design. Lançado na Europa no final do ano passado, ele traz o mesmo padrão de design do novo sedan Classe C, ao qual é baseado. Embora não tenha o arrojo (ou quase o impacto) de um Land Rover Evoque – o GLC agrada bastante – suas linhas são atuais e elegantes, é um carro sóbrio e ao mesmo tempo moderno. A carroceria tem poucos frisos e os faróis e lanternas contam com LEDs.

mercedes glc 2016

É possível distinguir as duas versões pelo visual. A top Sport – tem estilo mais esportivo – com direito a para-choque e grade frontal com padrão mais agressivo, além de rodas de 19 polegadas (feitas pela AMG). Já na opção de entrada as rodas são de  18 polegadas.

novo mercedes glc 2016 interior painel

Por fim como um autêntico Mercedes, o interior do GLC é de tirar o fôlego, a qualidades dos materiais da cabine supera a expectativas – assim como a gama de equipamentos de série. O SUV tem uma série de acessórios de eletrônica avançada, destaque ainda para o seu inovador, sistema de suspensão – capaz de ajustar automaticamente as condições de rodagem – o que aumenta ainda mais o conforto na cabine.

novo mercedes glc 2016 interior banco traseiro

A única falha na cabine fica por conta da tela do  sistema multimídia que parece um table acoplado ao painel.

mercedes glc 2016

Entre os seus itens de série da versão de entrada estão: câmera de ré, ar condicionado com zonas de temperatura individuais, GPS, sete airbags (incluindo de joelho para o motorista), faróis de LEDs, sistema multimídia, função Hold (mantém o carro freado sem precisar manter o pedal pressionado) e sensores de chuva.

novo mercedes glc 2016

Já a versão top Sport conta ainda com acionamento elétrico da tampa do porta-malas, bancos dianteiros com regulagem elétrica e memória para o motorista, teto solar panorâmico, faróis FULL LED, retrovisores rebatidos eletricamente, além de um inovador sistema capaz de estacionar o carro praticamente sozinho.

novo mercedes glc 2016

Outra queixa fica para o preço – que é bem proibitivo, os valores de R$ 222,900 e R$ 264,900  pedidos, colocam em um segmento ainda pouco explorado no Brasil, ficando entre os SUVs de entrada com preço na faixa dos R$ 180.000 a R$ 200.000, e abaixo dos modelos maiores como o conhecido BMW X5, Land Rover Range Rover, o próprio Mercedes GLE, com preços na casa dos R$ 350.000 a R$ 400.000. Resta saber como os consumidores irão agir frente a esta nova opção intermediária no mercado de SUVs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *