Pagani Zonda Revolucion – Ultima edição do Zonda conta com motor de 800 CV

pagani zonda revolution

O Zonda um dos superesportivos mais fabulosos da atualidade está entrando para a história automotiva em grande estilo. A Pagani revelou ontem o Zonda Revolucion – com produção limitada a cinco exemplares, a edição marca o fim da produção do super esportivo.

Continua logo após a publicidade...

zonda revolution

Acima o Revolucion ao lado de Heracio Pagani

Segundo a construtora italiana essa é a configuração mais agressiva já feita do Pagani Zonda. O grande diferencial do modelo é o seu motor ainda mais potente. O bloco V12 6 litros foi reconfigurado para fornecer 800 CV de potência e um torque igualmente monstruoso, 73 kgfm. A carroceria é toda revestida em fibra de carbono, ela pesa apenas 1.070 kg, isso mesmo 1.070 quilos, um peso extremamente baixo para um carro deste porte e com motor V12.

Continua logo após a publicidade...

zonda revolution 2013

Esteticamente o Revolucion é uma versão evoluída do Zonda R, apresentado em 2010 e que contava com motor de 750 CV. O bólido é praticamente um carro de corrida homologado para rodar nas ruas.

Infelizmente a Pagani não divulgou os números de desempenho do Zonda Revolucion, porém eles devem ser semelhante ao do Zonda R, uma máquina sanguinária capaz de chegar aos 350 km/h e de atingir os 100 km/h em apenas 2.7 segundos. Números idênticos aos de um F1.

pagani zonda revolution 2013

Para diminuir o seu peso, o interior é espartano com o cockipit de um carro de corrida. Os bancos são ultraleves e contam com cintos de seis pontos, ao invés de vidros as janelas trazem uma espécie de película plástica. As trocas de marchas são feitas por meio de borboletas atrás do volante, a transmissão é nova e tem seis marchas.

zonda revolution 2013

A carroceria é toda revestida em fibra de carbono

Outra característica que merece destaque são os freios, que contam com pastilhas de cerâmica e carbono e podem resistir a temperaturas extremas. Esse é o mesmo tipo de sistema de freio usados nos bólidos da F1.

O preço do hiper-carro é quase tão impressionante quanto o seu desempenho, 2.2 milhões de euros, equivale a mais de R$ 6 milhões, com esse valor na Europa é possível comprar quase 10 exemplares de uma Ferrari. Dos cinco exemplares, quatro já foram vendidos e o quinto deve ficar na sede da empresa em Modena na Itália. O preço é surreal, mas o Zonda Revolucion é um daqueles carros que de tão raro e incrível nunca se desvaloriza, ao contrário provavelmente daqui uma ou duas décadas, cada um dos exemplares deve desta edição estará avaliado em 10, 20 milhões de dólares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *