renault zoe 2020

Renault Zoe 2020 – Com autonomia de 300 km elétrico está à venda por R$ 149,990

Em breve o Brasil será invadido por uma onda de carros elétricos, três modelos desse tipo chegam ao país já agora em 2019, o Chevrolet Bolt, Nissan Leaf e o Renault Zoe. Deste trio o Renault é o mais barato, já à venda, o elétrico custa à bagatela de R$ 149.990, são R$ 25.000 a menos do que o Bolt e R$ 30.000 a menos do que o Leaf. Atualmente o Zoe é o carro elétrico mais vendido da Europa, ele se destaca pelo estilo moderno e compacto, além de sua boa autonomia para rodar por mais de 300 quilômetros com uma carga completa das baterias.

renault zoe 2020

O Zoe é mais barato do que os rivais, porém em compensação, oferece o motor mais fraco e consequentemente um desempenho menos ágil em relação aos rivais elétricos. O compacto da Renault é impulsionado por um bloco 100% movido à eletricidade, capaz de entregar o equivalente a 88 CV de potência e 22.4 kgfm de torque. Se compararmos com os rivais do mercado brasileiro, o Nissan Leaf tem 149 CV e 32.6 kgfm, enquanto o Chevrolet Bolt surpreende com seu motor elétrico de 203 CV e 36.7 kgfm de torque.

renault zoe 2020

Devido ao motor pouco potente, o Renault Zoe está longe de ter um desempenho de tirar o fôlego, ele vai de 0 a 100 km/h em 13.5 segundos e pode atingir velocidade final de 135 km/h. Contra 8 segundos do Leaf e 6.5 segundos do Bolt. A velocidade máxima também é menor do que a dos rivais, 155 km/h para o Leaf e 146 km/h do Bolt.

Claro que as vantagens do Zoe não é o desempenho e sim sua versatilidade. O compacto elétrico da Renault é um carro fácil de dirigir no dia a dia das grandes cidades, a aceleração de 0 a 50 km/h é feita na casa dos 4 segundos é o que importa nas cidades, o seu tamanho compacto também ajuda na hora de achar uma vaga para estacionar, tão preciosa nos grandes centros urbanos.

Apesar de nas fotos parecer um carro pequeno demais, ele não é, a carroceria do Renault Zoe tem 4.08 m de comprimento, largura de 1,73 m e altura de 1.56 metros, enquanto a distância entre-eixos é de 2.58 metros, são praticamente as mesmas medidas do Renault Sandero: 4.06 m de comprimento e entre-eixos de 2.59 metros.

 

renault zoe 2020

Boa autonomia…

De acordo com a Renault, o Zoe possui autonomia superior a 300 quilômetros (ciclo WLTP), ou seja, esta distância pode variar para mais ou para menos de acordo com o trajeto em que se anda, a velocidade, carga do carro e etc. No display digital do painel é exibido uma espécie de bateria de celular com a indicação de 300 km, e conforme o carro for rodando, é mostrado em tempo real quantos km a bateria ainda tem.

Apesar de 300 km ser uma boa autonomia – já que segundo estudos a maioria das pessoas nas cidades grandes, não roda mais de 60 quilômetros com seu carro por dia, ter uma distância limitada para se andar ainda é um problema dos carros elétricos, já que impede de se fazer viagens mais longas, não só pela autonomia limitada de 300 km, mas pela demora no tempo da recarga.

renault zoe 2019

Trocar o posto de gasolina pela tomada em casa é legal, mas ainda exige paciência…

Em uma tomada comum caseira de 110 ou 220 volts com 10 ou 20 amperes, a carga total das baterias do Renault Zoe demorariam mais de 9 horas, no caso o dono do veículo teria de deixar o carro na tomada durante a noite toda para ele estar recarregado pela manha.

A Renault inclusive divulgou que o consumo de luz na casa dos donos não irá subir muito, já que o Zoe não puxa tanta eletricidade no carregamento, ao carregar o modelo em sua autonomia completa 300 km, cada recarga gastaria o equivalente a 1 banho extra de 15 minutos com chuveiro elétrico por dia durante um mês, tendo um custo aproximado em cada recarga completa de R$ 30 reais, ou seja, R$30 / 300 km, cada recarga completa custaria R$ 30 reais na conta de luz no final do mês e você rodaria 300 km com o carro, pode parecer bastante, mas atualmente com R$ 30 reais de álcool ou gasolina, grande maioria dos carros não rodam mais do que 100 km.

O grande problema é que nem todo mundo hoje em dia tem 9 horas em casa com o carro parado durante a noite, ai a Renault indica a empresa Electric Mobility Brasil, que é uma das que produzem as chamadas tomadas Wallbox, são carregadores de alta potência domésticos que o dono do carro pode comprar e instalar em sua garagem, porém estes carregadores ainda não são baratos, custam a partir de R$ 5 mil, podendo chegar a R$ 9 mil dependendo da capacidade e potência, que varia entre 7,4 kw (32A) a 22 kw (3x32A).

Com os Wallbox, o tempo da recarga das baterias do carro elétrico baixa consideravelmente, porém ainda exigem um tempinho livre entre as viagens, no caso do Renault Zoe, usando um wallbox de alta potência com 22kw (3x32A) 70% da carga da bateria é alcançada em 1h25 minutos, já usando um wallbox menos potente com 7,4 kw (32A) são necessárias 4h15 para alcançar 70% da carga da bateria. Enquanto que para fazer a 100% da carga do Zoe em um wallbox potente de 22kw são necessárias 2 horas e 40 minutos, já em um wallbox menos potente com 7,4 kw, 100% da carga é feita em 7h18 minutos.

renault zoe 2019 traseira

Design…

Além da motorização, o Renault Zoe também chama atenção pelo visual. Assim como outros modelos elétricos, seu estilo é bastante diferente dos demais carros, a dianteira é curta e bastante aerodinâmica para diminuir a resistência do ar, os faróis são grandes e finos, integrados a uma peça com acabamento em black piano que também abriga o símbolo da Renault com tamanho avantajado – alias o logo da Renault na dianteira é a tampa do plug para carregamento das baterias. Nas laterais os vincos dão impressão de movimento ao carro, as maçanetas das portas traseiras ficam escondidas integradas a coluna, enquanto a traseira tem lanternas transparentes e com iluminação por LED.

O teto é alto assim como a posição dos bancos, o que garante uma boa visibilidade ao se dirigir.

renault zoe 2020 interior painel

Clique na imagem para ampliar

Interior decepciona um pouco…

Para quem espera um veículo com acabamento premium, com detalhes sofisticados e luxuosos, deve se decepcionar ao entrar no Zoe, o acabamento apesar de contar com apliques em Black Piano e diferentes texturas no painel é simples, o design também não tem nada de muito diferente.

renault zoe interior bancos dianteiros

A lista de equipamentos também não traz grandes atrativos tecnológicos ou modernidades, tendo apenas o mínimo esperado para um carro que custa R$ 150 mil. O Renault Zoe vem equipado com sistema multi-mídia R-Link com tela touch de 7 polegadas, GPS integrado e Android Auto, sistema de som BOSE com 6 alto-falantes e 1 pequeno subwoofer na traseira com 7 canais, painel digital de TFT colorido, ar-condicionado mais eficiente automático, chave tipo cartão com abertura e fechamento das portas por aproximação, partida do motor por botão, volante multi-funcional revestido em couro com ajuste de altura e profundidade, piloto automático, sensor de chuva e de acendimento automático dos faróis, retrovisores com ajustes elétricos e rebatimento automático, vidros elétricos nas quatro portas, 4 airbags sendo dois frontais obrigatórios e dois laterais, controle de tração e de estabilidade, assistente de partida em rampas, indicador da pressão dos pneus, ISOFIX para fixação de cadeirinhas infantis. Os bancos são revestidos em tecido.
Nas lojas em…

O Zoe já pode ser adquirido pelo site da Renault, as entregas ocorrerão nos próximos meses, além disso, o modelo será vendido em duas revendas da marca uma em São Paulo e outra em Curitiba.

renault zoe 2020

Analise…

Ter um carro elétrico tem uma série de pontos positivos. Você se libertará da dependência pelos postos de combustíveis e gastará cerca de 4x menos para rodar no dia a dia, ajudará ao meio ambiente por ter um carro com zero de emissão de poluentes, andará em um veículo silencioso, além de chamar atenção nas ruas pelo fato de ter um carro que 99.9% nas pessoas não têm.

Porém no mundo real, as coisas não são tão perfeitas assim, os carros elétricos ainda são uma tecnologia a ser evoluída. No Brasil um dos principais empecilhos é o preço salgado, os R$ 149,990 pedidos pelo Renault Zoe é quase o preço de uma BMW Serie 3. Além disso, a rede de postos de recarga elétrica rápida no Brasil ainda é bem limitada, o que praticamente inviabiliza pegar a estrada com um carro desses. E o tempo para recarregar em casa ainda é demorado mesmo com uma Wallbox que também não custa barato. A falta de incentivo por parte do governo com descontos ainda é um ponto negativo para ajudar a baixar o preço e as duvidas com relação aos custos de manutenção de um veículo elétrico no decorrer dos anos também assusta.

Mas calma, devemos lembrar que é apenas o começo de uma nova onda de veículos que está ganhando as ruas, apesar destes problemas que têm de serem solucionados para deixar os modelos elétricos viáveis a grande maioria das pessoas, o carro elétrico já é uma tendência mundial, que vem ganhando força na medida em que esse tipo de veículo ganha mais autonomia, alguns elétricos como os modelos da Tesla já rodam mais de 600 km/h com uma carga, outro fator é o preço que deve baixar, com o aumento da produção em massa, os preços dos componentes principalmente as baterias tendem a baixar, com isso o valor final dos veículos também irá cair, o que os tornará mais competitivos.

Uma prova desta tendência é que o Brasil que até o ano passado tinha apenas um carro elétrico à venda o BMW i8, e somente agora em 2019 irão chegar mais quatro, Renault Zoe, Chevrolet Bolt, Nissan Leaf e o e-Golf versão elétrica do Golf, além de muitos outros que estão em estudo para importação.

Deixe um comentario ou opiniao

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *