Rossin-Bertin Vorax – Primeiro superesportivo brasileiro é mostrado no Salão do Automóvel ele custará R$ 700 mil

rossin bertin vorax

Ao lado de alguns dos carros mais caros e desejados do mundo, como o Pagani Zonda Cinque (avaliado em mais de R$ 8,000,000), Spyker C8 Aileron e Koenigsegg CCXR, um dos carros que promete chamar a atenção no estande da importadora Platinuss no Salão de São Paulo e o Vorax, primeiro superesportivo produzido no Brasil.

Continua logo após a publicidade...

rossin bertin vorax

Da aliança entre Fharys Rossin (ex design da General Motors) e Natalino Bertin Jr, dono da Platinuss, nasceu a Rossi-Bertin, montadora artesanal que planeja até 2012 ter um produção anual de 50 exemplares do Vorax, já em 2017 essa marca deve aumentar em 500% atingindo a fabricação de 300 exemplares por ano.

rossin bertin vorax

Continua logo após a publicidade...

Por fora o bólido traz um design original com linhas bastante ousadas e modernas, além da versão coupe ele também estará disponível na versão roadster. O Vorax contará com chassi de alumínio e carroceria de fibra de carbono, ele pesará apenas 1300 kg.

Por enquanto ainda não foram revelados informações sobre qual será o motor do Vorax e nem dados sobre o desempenho do carro. Mas estimasse que seja um V8  ou V10 com potência entre 570 cv a 750 cavalos. Sua velocidade máxima deve ficar na casa dos 350 km/h, ele irá de 0 a 100 km/h em menos de 4 segundos.

rossin bertin vorax

Além da concessionária da Platinuss em São Paulo, que é uma dos principais revendas de carros de luxo no Brasil, o Vorax também deverá ser importado para outros mercados ao redor do mundo.

Com preço na faixa dos R$ 700,000 o Rossin Bertin Vorax, terá a missão de agradar um público de milionário seletos, que busca um superesportivo que além de velozes e potente seja um símbolo de exclusividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *