peugeot 408 2016 - 2018

Vão deixar saudade? Peugeot 308 e 408 saem de linha no Brasil

Agora é oficial a Peugeot confirmou o final das vendas no Brasil do hatch médio 308 e do sedan 408, os modelos que desde 2018 já eram figuras raras nas revendas da Peugeot agora saem de cena de vez, além de terem vendas muito baixas no mercado, o final de vida dos modelos que eram produzidos na Argentina abrirá espaço para novos lançamentos da PSA.

Continua logo após a publicidade...

 

peugeot 308 brasil

O Peugeot 308 foi lançado no Brasil em 2012

O Peugeot 308…

Apesar de nunca ter sido um sucesso de vendas, o Peugeot 308 até que teve uma certa fama e popularidade no mercado brasileiro, ele chegou por aqui em 2012 vindo importado da Argentina já com bastante atraso – o 308 havia sido lançado na Europa em 2008, substituindo o 307. No Brasil o modelo ainda emprestava vários componentes do antigo 307 como o motor 2.0 e o câmbio automático de apenas 4 marchas, bastante criticado.

peugeot 308 interior

Interior do Peugeot 308

Continua logo após a publicidade...

Em 2012 foi o melhor ano do 308, ele emplacou 12.027 unidades

No final do ano de 2012 a Peugeot passou a equipar o 308 com o moderno motor 1.6 THP, turbo com injeção direta de combustível e 165 cv, além do câmbio automático de seis marchas, porém este conjunto mecânico elogiado estava presente apenas na versão mais cara Feline, que tinha preço salgado para a época (2012) R$ 75 mil.

Nova geração lançada na Europa não veio para o Brasil…
Desde então os anos passaram e o Peugeot 308 ficou parado no tempo, enquanto na Europa no final de 2013, já como modelo 2014 a Peugeot lançava uma geração totalmente nova do 308, maior, mais moderna e equipada, no Brasil o hatch ficou como estava.

peugeot 308 2016

Acima o Peugeot 308, com o visual atualizado em 2016

Até que no final de 2015, já como modelo 2016 a Peugeot fez uma leve atualização visual no modelo brasileiro, ganhando alterações na dianteira, além de novos equipamentos e o motor 1.6 Turbo THP agora passava a ser flex. Porém no mais tudo igual ao 308 de 2012, a geração não mudou, e o estilo novo do modelo era de gosto duvidoso “inspirado” na nova geração lançada na Europa.

A última mudança no 308 foi em 2017, quando o modelo passou a vir em todas as versões com o motor 1.6 THP Turbo.

Em 2018 o Peugeot 308 praticamente foi esquecido nas lojas, durante o ano todo vendeu apenas 434 unidades.

A nova geração do 308 lançada na Europa em 2014, nunca chegou e ainda não tem previsão de chegada por aqui.

 

peugeot 408 2014

O Peugeot 408 estrou no Brasil em 2011

Um resumo rápido da vida do Peugeot 408 no Brasil…

Apesar de ter qualidades o Peugeot 408 nunca chegou a fazer sucesso em sua vida no Brasil, lançado em 2011, o sedan se destacava pelo bom espaço interno, a lista de equipamentos e o preço mais acessível do que rivais como Honda Civic e Toyota Corolla. Na época em fevereiro de 2011 o 408 tinha três versões de acabamento: Allure, Feeline e Griffe, com preços que iam de R$ 59.500 a R$ 79.900, todas equipadas com o motor 2.0 flex que rendia 151 cv com etanol ou 143 cv com gasolina, um câmbio manual de cinco marchas equipava a versão de entrada Allure, enquanto as demais tinha transmissão automática de 4 velocidades.

No ano seguinte, 2012 o Peugeot 408 passou a contar com o motor 1.6 THP Turbo de 165 cv em sua versão top, porém o preço pedido assustava na época R$ 82 mil.

Em setembro de 2013 a Peugeot passou a equipar o 408, já modelo 2014, com câmbio automático de seis velocidades no lugar da antiga caixa automática de apenas 4 velocidades usada até então.

peugeot 408 2016 2018

O Peugeot 408 ganhou novo visual em 2016

Em novembro de 2015, já como modelo 2016, o Peugeot 408 foi reestilizado, ganhando um novo design na dianteira, além de novos equipamentos no interior. Além disso, o motor 1.6 turbo agora passa a ser flex.

Dai por diante sem ter condições para enfrentar os rivais como Corolla, Civic e Cruze que ganharam gerações novas e muito mais modernas, o Peugeot 408 ficou obsoleto no mercado, em 2017 ele passou a ser oferecido apenas na versão top com o empolgante motor Turbo, mas mesmo assim suas vendas diminuíram a cada mês.

Mas mesmo assim a Peugeot insistiu com o 408 que ainda sobrevivia na UTI no mercado brasileiro, com vendas muito baixas, o sedan fechou 2018 com apenas 739 unidades vendidas, o Corolla da Toyota fechou este mesmo ano com mais de 59 mil unidades comercializadas.

Se for comprar um 408 usado fique esperto com a desvalorização…
Um detalhe importante para quem for comprar um Peugeot 408 é sua super desvalorização, um modelo Allure que em 2012 tinha preço de R$ 60.000, já é encontrado hoje em dia (fevereiro de 2019) por cerca de R$ 27 mil, uma desvalorização de mais de 50% em apenas 7 anos.

O futuro da Peugeot na América Latina…

Não é só no Brasil que os modelos 308 e 408 sairão de linha, a Peugeot está fazendo uma reestruturação em seus modelos na América Latina, eles já anunciaram o final da produção de ambos os modelos (308 e 408) na fábrica de El Palomar na Argentina, com a intenção de abrir espaço na linha de montagem para novos e melhores carros que serão produzidos em conformidade com a Europa, como a nova geração do hatch 208, ele será maior e mais requintado do que o atual produzido no Brasil, além de ser feito sobre uma nova plataforma modular chamada CMP, além do 208, esta base será usada por novos lançamentos da Citroën como o SUV compacto DS3 Crossback e a nova geração do C3, ambos que também devem vir ao Brasil, além de futuros modelos globais da Peugeot, para isso a PSA está investindo mais de 320 milhões de dólares na modernização desta fábrica argentina.

Outro modelo que deve sair de linha em breve é o Citroën C4 Louge, também produzido nesta mesma planta em El Palomar, Argentina. Até 2024 a PSA promete colocar nada menos do que 16 lançamentos no mercado da América Latina e a maioria deles modelos em conforme com o resto do mundo, ou seja, a Peugeot mais uma vez quer “tentar” mudar sua imagem na América Latina e principalmente no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *