Volkswagen Parati – Confira tudo o que você precisa saber na hora de comprar uma usada

volkswagen parati 2010

A Parati ainda segue sendo vendida, acima o modelo 2010 (Parati G4)

Continua logo após a publicidade...

Houve um tempo no Brasil em que as peruas dominavam e eram o sonho de consumo de toda família, uma das referências neste tipo de carro no país foi a Volkswagen Parati, o modelo conseguiu a façanha de vender muito bem por praticamente 20 anos. Ela traz como grande atrativo uma mecânica robusta e confiável, baixa manutenção, espaço interno razoável, porém, apresenta alguns defeitos como interior pobre em detalhes, é pouco equipada, e o principal deles, com o sucesso de vendas e peças baratas, se tornou um carro muito visado pelos ladrões, fato que encareceu em muito o seu seguro.

volkswagen parati 1983

Parati 1983

Continua logo após a publicidade...

foto: Revista Quatro Rodas / Marco de Bari

Um pouco de história…

A Parati foi lançada em 1982 já como modelo 1983, nas versões S, LS e GLS, todas equipadas com motor 1600 refrigerado a ar, de 75 cv de potência, o câmbio tinha apenas quatro marchas. A transmissão com cinco marchas só veio em 1985.

volkswagen parati 1983

Parati 1986

Logo a Parati caiu no gosto do público e se tornou sucesso em vendas, o tempo passou e a Parati evoluiu passando por mudanças em 1988, quando foi redesenhada e ganhou acabamento mais caprichado. Outra novidade nesta época foi a chegada do motor mais forte, 1.8 AP de 95 cv, na versões top GL e GLS. Em 1989 a Parati passou ser oferecida com versões a álcool ou gasolina.

volkswagen parati 1988

Parati 1988

Em 1991 a Parati sofreu mais uma mudança visual, ganhando novos faróis, grade, para-choques, capô e lanterna traseira. A perua da Volkswagen ficaria assim até 1996, quando passou por sua mais importante mudança. Porém antes disto o modelo recebeu em 1993 o conhecido motor AP 1.6 de 80 cv (90cv com álcool), que começou a equipar a versão CL, no lugar do modesto 1.6 AE de 75 cv da Auto Latina que era oferecido na Parati desde 1990.

volkswagen parati 1994

Parati 1994

Uma Parati totalmente nova em 1996…

Em janeiro de 1996, a Volkswagen lançava a nova Parati, (Parati “bolinha”), ela trazia praticamente tudo novo, desde a parte mecânica, passando pela carroceria, e interior. Porém infelizmente uma característica foi mantida ela tinha apenas 2 portas, o que não facilitava a vida de que usava a perua para levar a família.

volkswagen parati gls 1996

Acima a Parati de 1996 até 1999, modelo que marcou época

foto: Revista Quatro Rodas

A nova Parati chegava ao mercado nas versões CLi, GLi (intermediária) e GLSi (top de linha mostrada na foto acima), a gama de motores era a mesma que equipava a perua até então porém agora dotando de uma moderna injeção eletrônica, sendo o 1.6 AP de 75 cv (82 cv a álcool), 1.8 AP 90 cv (96 na versão a álcool) e o bom 2.0 de 109 cv de potência, este equipava a versão top de linha (esportiva) GLS e garantia um ótimo desempenho a Parati.

volkswagen parati porta malas

O porta malas da Parati é um dos grande atrativos da perua acomoda até 360 litros

foto: Revista Quatro Rodas

Equipamentos VW Parati (1996 em diante)

volkswagen parati interior painel de 1996 a 1999

Um dos pontos fracos da Parati sempre foi o fato da perua ser pouco equipada confira o que cada versão trazia em 1996:

Parati CL (Parati 1.6) – Era a versão mais barata da linha, e claro a menos equipada, de série vinha com banco do motorista com regulagem de altura, limpador, lavador e desembaçador do vidro traseiro. Até o rack “bagageiro” no teto era opcional.

Parati GL (1.6 e 1.8) – Trazia acabamento interno com tecidos de melhor qualidade, além de contar de série com direção hidráulica e vidros e travas elétricas, encosto de cabeça no banco traseiro rack no teto, cintos traseiros de três pontos. As rodas de alumínio eram opcionais.

volkswagen parati 1996 interior parte traseira

Interior da Parati GLSi de 1996

foto: Revista Quatro Rodas

Parati GLS 2000 (Parati 2.0) – Era a versão mais equipada da linha, e uma exceção as outras Paratis, vinha recheada de equipamentos, como bancos esportivos Recaro, rodas de alumínio aro 14, ar-condicionado, trio elétrico, além de direção hidráulica, computador de bordo,  e rádio. Como opcionais esta versão podia receber, freios com ABS, rádio com CD Player, pintura especial brilhante, e alarme com acionamento a distância.


1997 – Novos motores Mi, 1.0 16v e 2.0 16v.

Em 1997, para tentar deter o sucesso da Fiat Palio Weekend que havia sido lançado no começo daquele ano e começava a ameaçar o reinado da Parati, a Volkswagen decidiu inovar e lançar duas novas versões da sua perua: A Parati 1.0 16v e a nova versão esportiva Parati GTi 2.0 16v, outra boa novidade é que todos os motores ganharam injeção multiponto de combustível (Mi), o que deixou os motores mais potentes.

Parati 1.0 16v:

A Parati 1.0 16v, conseguia aliar economia fazendo 12 km/l na cidade e até 16.5 km/l na estrada, e o desempenho era superior aos 1.0 normais, graças aos 70cv de potência, a Parati 1.0 16 válvulas ia de 0 a 100km/h em 14.9 segundos e tinha velocidade máxima de 161 km/h.

Parati GTI:

Trazia acabamento detalhado, com bancos esportivos, suspensão com acerto mais rígido, pneus de alta performance, e claro um esperto motor 2.0 16v de 145 cv de potência emprestado do Gol GTi, o que se traduzia em 0 a 100km/h em 9 segundos e velocidade máxima de 205 km/h, marcas fora do comum para uma perua.

Motor 2.0 Mi…

O motor 2.0 Mi 8v que equipava a perua desde o seu lançamento em 1996, ainda continuava sendo oferecido normalmente na versão top de linha GLSi, ele desenvolve 109 cv e 17.9 kgfm de torque.

1998 – Enfim a Parati ganha 4 portas.

volkswagen parati 4 portas 1.0 16v 1999

Acima a Parati 4 portas com motor 1.0 16v

foto: Revista Quatro Rodas / Marco de Bari

Na verdade ela foi apresentada em outubro de 1997, mas só chegou praticamente em 1998. A Parati estava perdendo cada vez mais espaço, e a Volkswagen demorou mais finalmente lançou a Parati com 4 portas, que passou a vir em todas as versões menos na esportiva GTi. Detalhe apesar de ter ganhado duas portas, o espaço interno continuou o mesmo, já que a carroceria não sofreu alterações nem a distância entre-eixos.

interior volkswagen parati 4 portas 1.0 16v 1999

Interior da Parati 4 portas 1999

 

1999 – Mais uma reestilização (a Parati G3)

volkswagen parati G3 ano 2000

Seguindo mais uma vez os passos do Gol, em junho de 1999, a Volkswagen fez mais uma boa reestilização na Parati, a perua, ganhou um conjunto visual totalmente novo, assim como o interior que traz um novo painel e acabamento de melhor qualidade, a parte mecânica também foi revista, porém os motores continuaram os mesmos.

interior volkswagen parati G3

2000 Parati 1.0 16v Turbo

No ano 2000 a Volkswagen inovou ao lançar o motor 1.0 16v turbo, este propulsor passou a equipar tanto o Gol quanto a Parati. O turbocompressor fez milagres com o pequeno motor 1.0, garantindo um desempenho e torque muito acima dos carros desta categoria, confira alguns números: 112cv de potência e 15.8 kgfm de torque, 0 a 100 km/h em 10.8 segundos e velocidade máxima de 188 km/h, desempenho quase semelhante a um carro 2.0.

O consumo de combustível era razoável, segundos testes da revista Quatro Rodas a Parati 1.0 Turbo faz 6.5 km/l na cidade e 13 km/l na cidade, claro médias bastante elevadas para um carro com motor 1.0, porém razoáveis perante ao bom desempenho do carro. Um dos pontos negativo é que esta versão tinha uma manutenção mais elevada que o modelo 1.0 comum e não vingou como o esperado saindo de linha em 2003.

volkswagen parati G3 traseira

Acima a Parati 1.0 Turbo ano 2000

Foto: Revista Auto Técnica

Com a chegada da nova geração, agora não existe mais as denominações CL, GL e GLS, as versões passam a ser distinguida apenas pelo motor, exemplo: Parati 1.0, Parati 1.6 e Parati 1.8 e 2.0 Mi.

No ano de 2001 a VW Parati era oferecida com as seguintes opções de motores: 1.0 16v de 69 cv, 1.0 16v Turbo de 112 cv, 1.6 a gasolina 92 cv e 1.6 a álcool que desenvolvia 98 cavalos, 1.8 8v capaz de entregar 99 cv e a top de linha Parati 2.0 8v com seu motor de 111.5 cv.

2002 – Leves mudanças visuais e na motorização

volkswagen parati ano 2003

A Parati sofreu uma pequena reestilização na linha 2002

No final de 2001 já como modelo ano 2002, a Volkswagen deu alguns pequenos retoques no visual da Parati, a parte dianteira ganhou uma nova grade, o para-choque foi retocado e ganhou novos detalhes. O motor 1.0 16v ficou um pouco mais potente com 76 cv e agora chamado de “Power”.

2003 – Versão Crossover e primeira versão bi-combustível e o fim do motor 1.0

Tentando dar uma resposta as boas vendas da Palio Weekend Adventure, a Volkswagen lançou a Parati Crossover, porém o modelo foi um fiasco em vendas e vinha com motor 2.0 8v de 112cv.

Visto que as vendas da perua já não eram as mesmas, a Volkswagen deixou de oferecer a Parati com motor 1.0 16v, e agora restavam os motores 1.6 e 1.8 e o 2.0.

No final de 2003 a Volks, lança a versão 1.6 City já com motor bi-combustível (álcool e gasolina).

2004 – fim do motor 1.0 16v Turbo

Com o fim dos motores 1.0 na linha da perua, a Volkswagen deixou de produzir em 2004, o épico motor 1.0 Turbo.
2005 – A Parati passa por sua última reestilização (Parati G4),

volkswagen parati g4 interior painel

Acima o interior da Parati G4

Em 2005 a perua sofreu novamente modificações visuais, ganhando novamente tudo novo, capô, para-choque, faróis, lanternas traseiras e o interior que recebeu um novo painel, novos bancos e revestimentos, por fim a parte mecânica foi aprimorada.

volkswagen parati G4 track field 2005

Acima a Parati Track Field

A Volkswagen apresenta neste mesmo ano de 2005 a versão Track & Field (foto acima), uma espécie de versão aventureira da Parati esta continua no mercado até hoje.

Dando início a onda dos carros bi-combustível, tanto o motor 1.6 quanto o 1.8 agora são Total Flex (gasolina e álcool).

2006 – Com os altos índices de roubo da Parati, as seguradoras estavam cobrando uma verdadeira fortuna pelo seguro do carro, e para tentar compensar este fato, a Volkswagen passa a oferecer de série e de graça na Parati, um rastreador por satélite.

volkswagen parati G4 traseira

A traseira da Parati G4 modelo que ainda é vendido atualmente

2010 – Prestes a sair de linha ela ainda insiste

A Parati já não vende mais como antes há tempos suas vendas são quase insignificantes, e a tradicional perua deve mesmo sair de linha em breve, e pelo menos por enquanto a Volkswagen não tem planos de lançar uma nova geração da perua, seguindo as mudanças do Gol G5.

Mas a perua guerreira ainda segue no mercado, mesmo sem qualidades para enfrentar os concorrentes mais jovem e melhores. Atualmente ela ainda é vendida em três versões: 1.6, Titan (uma espécie de versão aventureira porém de acabamento rústico) e a top de linha Surf. Todas equipadas apenas com motor 1.6 Flex.

Os preços também não são nada atrativos confira: 1.6 G4 (flex)R$ 40.720, Titan R$ 41.870, Surf R$ 48.560.

Fichas técnicas Volkswagen Parati (de 1996 até 2006)

Parati GTi 2.0 16v – 1997

Potência : 145 cv
Torque 19 kgfm
Aceleração 0 a 100km/h: 9 segundos
Velocidade máxima: 205 km/h
Consumo cidade: 10.6 km/l
Consumo estrada: 14 km/l
(*Dados de fábrica)

Parati 1.0 16v – 1997

Potência : 70 cv
Torque 9.5 kgfm
Aceleração 0 a 100km/h: 14.9 segundos
Velocidade máxima: 161 km/h
Consumo cidade: 11 km/l
Consumo estrada: 16.7 km/l
(*Dados de fábrica)

Parati 1.0 16v Turbo – 2000 a 2003

Potência : 112 cv
Torque 15.8 kgfm
Aceleração 0 a 100km/h: 10.9 segundos
Velocidade máxima: 189 km/h
Consumo cidade: 6.6 km/l
Consumo estrada: 12.9 km/l

Parati 1.6 – 1996 – 2003

Potência : 92.2 cv
Torque 13.9 kgfm
Aceleração 0 a 100km/h: 14 segundos
Velocidade máxima: 176 km/h
Consumo cidade: 11 km/l
Consumo estrada: 16 km/l
(*Dados de fábrica)

Parati 1.8 – 1996 – 2003

Potência : 99.2 cv
Torque 14.5 kgfm
Aceleração 0 a 100km/h: 11.2 segundos
Velocidade máxima: 179 km/h
Consumo médio 10.7 km/l

Parati 2.0 Mi 8v – 1996 a 1999

Potência : 109 cv
Torque 17.9 kgfm
Aceleração 0 a 100km/h: 11.6 segundos
Velocidade máxima: 189 km/h
Consumo cidade: 9.1 km/l
Consumo estrada: 14.2 km/l

Dados versão GLSi 4 portas em teste realizados pela Quatro Rodas em Outubro de 1997.

Parati 2.0 Mi 8v – 2000 a 2003

Potência : 111 cv
Torque 17.3 kgfm
Aceleração 0 a 100km/h: 12.7 segundos
Velocidade máxima: 187 km/h
Consumo cidade: 6.6 km/l
Consumo estrada: 12.6 km/l

Dados teste Quatro Rodas Parati 2.0 Tour Sportline 2.0 realizado em setembro de 2002.

Parati 1.6 Total Flex – (2006 em diante)

Potência : 97 cv (gasolina) e 103 cv com álcool
Torque 14.1 kgfm gasolina e 14.4 kgfm com álcool
Aceleração 0 a 100km/h: 11.8 segundos
Velocidade máxima: 183 km/h gasolina e 184 álcool
Consumo cidade 10 km/l (gasolina) 7.4 km/l (álcool)
Consumo estrada 15.4km/l (gasolina), 11.4 km/l (álcool)

Parati 1.8 Total Flex – (2006 em diante)

Potência : 103 cv gasolina, 106 cv com álcool
Torque 15.5 kgfm gasolina e 16 kgfm com álcool
Aceleração 0 a 100km/h: 10.5 segundos (álcool)
Velocidade máxima: 190 km/h álcool
Consumo cidade: 7.6 km/l (álcool) 11.6 km/l (gasolina)
Consumo estrada 11 km/l (álcool) 15 km/l (gasolina)

Dados gerais:

Parati 1996 – 1999

Comprimento 4.08 metros; Largura 1.62 m; Entre-eixos 2.46 m
Tanque de combustível: 53 litros
Porta Malas 360 litros

Parati 2001 – 2005

Comprimento 4.13 metros; Largura 1.62 m; Entre-eixos 2.46 m, altura 1.41m
Tanque de combustível 51 litros
Porta malas: 374 litros

Parati 2006 até hoje

Comprimento 4.21 metros; Largura 1.65 m; Entre-eixos 2.47 m, altura 1.48m
Tanque de combustível 53 litros
Porta malas: 417 litros

Dicas na hora de comprar uma Parati usada:

Fique esperto com o valor do seguro, por ser muito visada pelos ladrões, a perua da Volks tem um  dos seguros mais caros do Brasil, em muito casos o jeito é optar pelo rastreador ou procurar outro carro para não correr riscos.

A Parati está se tornando ruim de revenda, principalmente pelo fato que o modelo esta praticamente fora de linha.

Se o dinheiro deixar tente optar por uma versão mais recente, quanto mais novo for o carro menor será a manutenção e a desvalorização.

Os revestimentos internos como painel, portas volante e bancos são bastante frágeis, por exemplo é comum achar o volante se desfazendo literalmente, em alguns casos os componentes do painel ou porta podem rachar ou se desprender, o que vem a causa ruídos ou vibrações. Em um carro que era bem tratado pelo dono anterior, a situação tende a ser um pouco melhor.

Rack (bagageiro no teto), é indispensável, mesmo se você nunca for usar, já que sem ele, segundo os revendedores, o carro costuma ter um valor menor de revenda.

Como a Parati e as peruas em si, já não vendem a muito tempo como vendia na década de 90, haverá uma grande dificuldade na hora de revender o carro, tanto é que segundo donos de concessionárias, em alguns casos os lojistas nem mesmo chegam a aceitar mais o carro, como acontece com os modelos da geração de 1996 a 1999, principalmente nas versões com 2 portas.

Portanto pense bem, considere principalmente por quanto tempo você está pretendendo ficar com o carro, quanto você está pagando e quanto o carro poderá desvalorizar no futuro, para isto compare na tabela como está sendo a desvalorização ano a ano.

Boa sorte !!!

Confira os preços médios da VW Parati segundo a tabela FIPE (28 de junho 2010):

Preços médios Volkswagen Parati (1996 até 1999)

Parati CL 1.6 Mi 2 portas 1997 – R$ 12.390

Parati CL 1.6 Mi 4 portas 1997/1998 – R$ 13.450

Parati CL 1.6 Mi 4 portas 1999 (mod G3) – R$ 16.173

Parati 1.0 16v 1997 2 portas – R$ 11.530

Parati 1.0 16v 1999 4 portas – R$ 13.827

Parati GL 1.6 / GL 1.6 Mi  2 portas – 1997 – R$ 12.620

Parati GL 1.8 / GL 1.8 Mi  2 portas e 4 portas – 1997 – R$ 13.483

Parati GL 1.8 / GL 1.8 Mi  2 portas e 4 portas – 1999 – R$ 16.476

Parati GLS 2.0 Mi  2 portas e 4 portas – 1997 – R$ 13.661

Parati GLS 2.0 Mi  2 portas e 4 portas – 1999 – R$ 17.101

Parati GLS 2.0 / GLS – 2 portas – 1996 – R$ 14.291

Parati GLS 2.0 / GLS – 2 portas – 1996 – R$ 14.291

Parati GTi 2.0 1997 – R$ 16.563

Parati GTi 2.0 1999 – R$ 21.055

Preços médios Volkswagen Parati G3 (1999 até 2005)

1.0

Parati 1.0 16v 1999 – R$ 13.827

Parati 1.0 16v 2001 – R$ 16.440

Parati 1.0 16v 2001 Plus 2001 – R$ 17.060

Parati 1.0 16v Turbo 2001 – R$ 17.643

Parati 1.0 16v 2001 – R$ 17.060

Parati 1.0 16v 2003 – R$ 19.959

Parati 1.0 16v Plus 2003 – R$ 20.128

Parati 1.0 16v Turbo 2003 – R$ 22.324

1.6

Parati 1.6 Mi / 1.6 Mi City 2000 – R$ 18.075

Parati 1.6 Mi / 1.6 Mi City 2002 – R$ 20.436

Parati 1.6 Mi / 1.6 Mi City 2003 – R$ 21.696

Parati 1.6 Mi / 1.6 Mi City 2005 – R$ 25.145

1.8

Parati 1.8 Mi / 1.8 Mi Plus 2000 R$ 18.818,00

Parati 1.8 Mi / 1.8 Mi Plus 2002 R$ 20.750,00

Parati 1.8 Mi / 1.8 Mi Plus 2004 R$ 24.812,00

Parati 1.8 Mi Crossover 2004 R$ R$ 25.081,00

Preços médios Volkswagen Parati G4 (2005 até 2009):

1.6

Parati 1.6 Mi Total Flex 2005 – R$ 24.346

Parati 1.6 Mi Total Flex 2007 – R$ 26.796

Parati COMFORTLINE 1.6 Mi Total Flex 2006 R$ 27.458

Parati Track Field 1.6 Mi Total Flex 2006 R$ 28.481

Parati Track Field 1.6 Mi Total Flex 2007 R$ 30.271

Parati 1.6 Mi Total Flex 2009 – R$ 31.191

Parati Track Field 1.6 Mi Total Flex 2009 R$ 33.419

1.8

Parati 1.8 Mi Plus Total Flex 2005 R$ 25.819,00

Parati 1.8 Mi Plus Total Flex 2007 R$ 28.211,00

Parati 1.8 Mi Plus Total Flex 2009 R$ 32.301,00

Parati 1.8 Mi Track Field Total Flex 2005 R$ 27.185,00

Parati 1.8 Mi Track Field Total Flex 2007 R$ 30.331,00

Parati 1.8 Mi Track Field Total Flex 2008 R$ 33.079,00

Preços Volkswagen Parati G4 (0km 2010 2011)
Parati 1.6 G4 (flex)R$ 40.720

Parati Titan 1.6 G4 (flex) R$ 41.870

Parati Surf 1.6 G4 (flex) R$ 48.560

127 Comments

  • Ricardo disse:

    Parati nunca teve motor refrigerado a ar! Somente o Gol teve!! Pequeno, grande equívoco!

  • Michele disse:

    Tenho uma parati mi CL 1.6 98 4 portas e gostaria de saber qual o pneu original dela? 175 70 14???

  • Gilson disse:

    Boa tarde. Faz 11 anos que tenho uma Confortiline 1.8. O carro é impecável, motor resistente e fácil manutenção. Os problemas crônicos do modelo são o modulo de injeção eletrônica, por volta dos 60 mil km, que derruba a rotação do motor a zero quando andando e depois de quente, todos associam o problema com sensor de rotação, bomba de combustível, más o problema é o modulo !! Basta fazer o teste, antes de sair trocando peças e observar. Outro problema crônico é o atuador da marcha lenta, costuma dar pau a cada 2 anos, o carro fica acelerado, basta trocar com uma boa limpeza na Tbi. Tirando isso, o resto é manutenção básica, cebolinha de óleo, tampa de óleo do motor (assim evita sujidades por causa do ressecamento da borracha), troca de fluidos. Eu sempre usei o magnatec exclusive 10w40 castrol, sei que o original é o 5w, mas teve uma boa época que a volks estava usando o 10w e por isso continuo usando e estou satisfeito. Não existe motor mais resistente e de manutenção barata que os AP. O carro foi desvalorizado por causa do seguro, com certeza, porém isso vem mudando com os APs com mais de 10 anos. Quem quer emblema cromadinho, ar digital dual zone, trocentos mil sensores eletronicos e direção eletrica…. compra i30 !!! Quem quer carro pra rodar 500 mil km dentro de uma realidade de valor de peças e mão de obra, compra ou mantém seus APs e CHTs.

  • Albino Luciano disse:

    Boa noite amigos estou com uma parati g4 2009 frex motor AP 1.6 . o carro está muito fraco engargando e morrendo já troquei velas cabos levei o carro pra escanear duas vezes e não acusou nada por último troquei de posto de gasolina não obtive resultado nem um alguém pode me dar alguma dica

    • Marcelo G. Pereira disse:

      Olá… verifique a bomba de gasolina que fica no tanque… muitas vezes ocorrem problemas com ela. Abraços

  • Rodrigo Guidotti disse:

    Olá, boa tarde eu tenho uma Parati G2 GLI 1.8 AP ano 1996, vermelha, sou apaixonado por ela, estou reformando por inteira, fiz o motor inteiro, retífica etc, e breve funilaria, muito bom espaço e conforto, porém achei estranho este modelo não ter DH nem AC. É normal ? Em questão da DH ? GLI. Outra dúvida em relação ao motor AP 1.8 Gasolina, ela está equipada com Monoponto 1 bico, tem informações dela ? Obrigado.

    • Marcelo G. Pereira disse:

      Olá… nesse modelo GLi a direção hidráulica e o ar condicionado saíram como opcionais, nem sempre esses modelos serão encontrados completos. Abraços

  • Juliano de Oliveira disse:

    Boa tarde, gostaria de uma opinião, eu estou querendo uma parati a tempo e agora estou com dinheiro para comprar, porém me surgiram dúvidas, estou com uma parati 96 bolinha completa com direção e ar mas 1.6 8v e a outra uma parati 99 4 portas 1.0 16v comum. e a minha dúvida é a seguinte, venho pesquisando já um tempo e quase todo mundo fala muito bem da 1.6 8v que gasta pouca coisa mais que a 1.0 16v e tem mais motor, além de claro ser 8v. Minha dúvida é em termos de economia e o que você acha do motor 16v? é ruim como falam? ou estando bem cuidado vale a pena?

    • Marcelo G. Pereira disse:

      Olá… Recomendo a compra da Parati 1.6 pois o custo benefício vale muito a pena com essa motorização, sem contar que você encontrou um modelo completo porém sem as portas traseiras… Vale lembrar que o motor AP 1.6 8V foi um dos melhores projetos de motor que a VW lançou no mercado pois podemos dizer que é na medida certa para o dia a dia, forte e econômico… Quanto ao motor 1.0 16v infelizmente foi um dos grandes micos entre os motores da VW, principalmente se tratando da Parati que é um carro pesado… A cultura dos brasileiros em não praticarem a manutenção preventiva em seus veículos culminou-se com a derrocada desse motor no mercado pois muita gente adquiriu o veículo e não se preocupou com as trocas de óleo estipuladas no manual, resultando em formação de borras no motor e consequentemente excesso de fumaça pelo escapamento dentre outros problemas…Caso você encontre uma Parati 1.0 16v 4 portas completa, com baixa quilometragem e em ótimo estado de conservação, talvez vale a pena a compra se você manter rigorosamente a manutenção preventiva e se você não se importar em ficar um bom tempo casado com o carro já que o mercado de revenda desse modelo é extremamente difícil se comparado aos motores 1.6 8v. Abraços

  • Cláudia Silva disse:

    Olá
    Gostaria de saber qual tamanho de pneu usar na minha Paraty 89

    • Marcelo G. Pereira disse:

      Olá… Primeiramente devemos saber qual o modelo da sua Parati 89, se é CL, GL ou GLS… Normalmente nos modelos CL e GL são usados a medida 175/70 R13… Já os modelos GLS são equipados com rodas aro 14 com pneus 185/60 R14. Abraços

  • silvana teixeira disse:

    Boa tarde! Estou para comprar uma parati 1.6 TREND 2008 – total flex 4 portas preta.
    Fiz o teste e percebi que ela esta trepidando um pouco, a porta esquerda (motorista) esta com barulho, e o freio de mão ta muito alto. Falei com o vendedor, e o mesmo falou que o mecânico da loja vai arrumar tudo.
    Pergunta: Vale a pena comprar?
    Obs: R$ 19.990,00

  • eder disse:

    Olá colega tenho uma parati cl 1.6 ano 95, e gostaria de melhorar ela na parte do motor então estou pensando em colocar um motor 2.0 do santana esse processo dá certo ou não ou qual motor devo colocar.

  • Paulo disse:

    Queria saber qual o tamanho da roda q vem de fabrica da parati club 97

    • Resposta – Paulo

      Amigo de fábrica a Parati Club trazia rodas aro 14 de aço, com desenho diferenciado, e com a famosa “calotinha” ao centro para esconder os para-fusos.

      volkswagen parati club 1997 rodas aro 14 aço com calotinha

      abraço

  • Rodrigo disse:

    Boa tarde senhores. Eu sou uruguaio e eu vivo perto da fronteira com seu país. Eu tenho um Volkswagen Parati 2008 gasolina 1.6 com direção hidráulica e ar condicionado. Me quebrado duas vezes a correia do alternador. Fui comprar um modelo Yaguarón meu mecânico me disse que veste este caminhão, 5KP 2230. Em partes, foi dito que não era o modelo do meu veículo alça de transporte. Eu lhe pergunto, saber se a correia do alternador está carregando esse modelo ou de outra. Eu pergunto porque agora tenho uma adaptou 6KP 2230 e já está soando como desajustado….

  • jose domingos disse:

    ola admim tenho uma parati track field 2006 ap e so ta fazenda de 8 a na br ja fiz a parte de injeção e não resolveu nada o que pode ser
    na rua so faz 5,5 e os mecânicos não decubriu

    • Então amigo, realmente o consumo da sua Parati está elevado, verdade que se trata de um carro com vários relatos de alto consumo, porém seu carro deveria estar fazendo no mínimo algo em torno de 10 km/l na estrada.

      Pois bem existem vários fatores que podem levar um motor a aumentar o seu consumo, além do óbvio, como velocidade, pneus calibrados, carga que o carro leva, ar-condicionado ligado, qualidade do combustível combustível adulterado, trecho em que o carro anda, se há ladeiras serras e etc. enfim.

      Além disso outros causadores do alto consumo estão ligados ao sistema de injeção do carro, aonde entram os bicos injetores, velas, cabos, filtros de ar, filtro de óleo, filtro de combustível.

      No seu caso o ideal é primeiramente fazer uma revisão completa no motor, trocar óleo, filtros de ar, óleo e combustível, trocando velas, verificar os cabos de velas, e fazer uma limpeza nos bicos, se possível passar o carro em um scanner de diagnóstico, para analisar as condições do sistema de injeção, analisar a quantidade de gasolina que está sendo ejetada e sua queima, grande partes das oficinas médias tem um hoje em dia, neste aparelho eletrônico.

      abraço e boa sorte

      • jose domingos disse:

        mas ja troquei vala e fize a parte de injeçao toda troquei todos fliltos e o caro ta no ponto na sei o que fazer

  • jose domingos disse:

    ola bom dia tenho uma parati trak filld 2006 e so ta fazenda de 8 a 9 na br ja fiz a parte de injeçao e nao resouveu nada o que pode ser
    ja troquei vela

  • jose domingos disse:

    eu tenho uma parati trak filld 2006 e ela ta bebedo muito
    qual o normal na br

  • Jeferson Monteiro disse:

    Ola!
    Gostaria de saber qual o oleo devo usar na parati 1.8 ap 2001????

  • jeferson disse:

    Amigo qual o oleo original da parati 1.8 8v 2001?
    comprei o carro recentemente e nao sei qual e o oleo

  • Viviane disse:

    Olá.. Minha parati é um modelo mais antigo 96.. Não queria manter a forma tradicional dos acessórios.. Gostaria de deixar ela visualmente mais trabalhada bonita.. Existe a possibilidade de trocar os detalhes por modelos mais novos?? Exemplo patacho e tals?? Ou só mente as peças originais mesmo do seu ano de fabricação?? Podem sanar minha dúvida??

    • Marcel G. Pereira disse:

      Olá… Se sua Parati for geração 2 modelo "bola", você pode optar em colocar alguns acessórios do modelo GTi ou GLS que ficam esteticamente melhores como faróis de foco duplo, luzes de neblina dianteiros e traseiros e lanternas traseiras fumê… mas vá preparando o bolso pois esses "patachos' como você disse custam os olhos da cara rsrs… Já ví muita gente trocando as lanternas traseiras e o bagageiro do teto pelo modelo da Parati geração 3 mas particularmente acho meio estranho mudar as características originais de um modelo antigo colocando peças de outro modelo mais novo. Abraços!

  • Mônica disse:

    Boa Tarde, gostaria de saber qual o ponto do motor da Parati 2000 G3 1.6 AP? já procurei no manual e não achei. Obrigada.

    • Henrique disse:

      Boa noite Mônica, tenho uma 1999 1.6 MI, pelo que entendo esses veículos não se olha o ponto e sim o avanço, faz a conferência pelo rastreamento, mesmo assim é bom você tirar a dúvida com um mecânico.

  • Geraldo A. Souza disse:

    Parati 98 modelo 99, gasolina 1.6 CL, preciso colocar um tow-bar para ser rebocada por outro veículo, a questão é onde fixar o mesmo, além disso tb quero deixa-la mais alta do solo, pois nas nossas estradas é comum encontrarmos buracos com mais de 20 cm de profundidade. Alguma Dica?

  • adriano disse:

    eu gostaria de saber se todas as parati track field sao completas

    • Resposta Adriano

      Em parte sim, todas as versões da Parati Track Field para os padrões da época vinha sim, traziam ar-condicionado, vidros e travas elétricas, aerofólio, rodas de liga leve, painel com conta-giros, estribos laterais, faróis de neblina, bagageiro no teto, aerofólio traseiro, banco traseiro bi-partido, banco do motorista com regulagem de altura, desembaçador, lavador e limpador do vidro traseiro e alarme.

      Como opcional havia, sistema de som com CD Player com 4 alto falantes, espelhos retrovisores externos com ajustes elétricos, freios com ABS, e volante multi-funcional com comandos do som.

      abraço

  • Mônica disse:

    Boa noite, gostaria de saber qual o ponto do motor da Parati 2000 G3 1.6 AP ? Obrigada.

  • Leandro disse:

    eu tenho uma parati track field 2007/2008…,quando ligo o ar condicionado ,a ventuinha fik ligada o tempo td, quando desligo o ar e ventuinha fik normal,,so liga pra refrigerar ..queria saber se é normal ? amigos me da uma ajuda ai nessa duvida..abç.

  • ademir disse:

    tenho uma parati 1.0 turbo ano 2000 gostaria de saber uma coisa guando aselero ela um pouco forte ela tipo gue afoga e guando mantem a aselerasao mais leve ela puxa bem

  • Douglas disse:

    ola amigos comprei uma parati 1.0 turbo linda e excelente estado e gostaria de saber a respeito de 2 coisas
    1 quando eu acelero ela um pouco forte ela tipo que afoga e quando mantem mais leve aceleração ela puxa bem
    2 esta saindo uma esp´´ecie de borra na vareta do oleo gostaria saber se isso e normal e quais os procedimentos quanto a isso grato

  • Ronaldo disse:

    Olá. li tudo que estava escrito nas descrições de todas parati's!

    mas minha parati track e field 2007 modelo 2008 não tem: Parati 1.6 Total Flex – (2006 em diante)

    Potência : 97 cv (gasolina) e 103 cv com álcool
    Torque 14.1 kgfm gasolina e 14.4 kgfm com álcool, assim como vc disseram!

    no meu documento de minha parati track e field 1.6 20072008 consta 103 cavalos na gasolina e 107 no alcool!

    eai?? respostas??

    Grato

    • Resposta – Ronaldo

      Ronaldo a Parati Track Field vendida de 2007 em diante, tinha duas opções de motores, o 1.6 AP Flex de 97 cv com gasolina e 103 cv com álcool e torque de 14.1 e 14.4 kgfm, e o 1.8 AP de 103 cv e 106 cv com etanol, com torque de 15.5 kgfm e 16 kgfm.

      Ou seja, no documento de sua Parati parece estar descrita a potência do motor 1.8, ao invés do 1.6. Mas os dados oficiais informados pela Volkswagen para os motores são estes mesmos: 1.6 tinha 97 cv e 103 cv, e o 1.8 103 cv e 106cv de potência, gasolina/alcool respectivamente.

      Abraço

  • harry disse:

    ola amigo tenho uma parary 1.6 alcool 1989 ,gostaria de saber qual a medida do pnes dela original,se ela aseita um pnes atf, e se existe manual dela, ficarem mui grato amigo…..abç…..

  • Júnior Soares disse:

    Tenho uma Parati Mi 1.0 16v geração 2,estou satisfeito com o carro,porém o motor está com uma batecao,é normal nos carros da volks dessa categoria ter essas bateções no motor com o tempo de uso?

  • MARCIO disse:

    OLA TUDO BEM ???

    QUAL É O OLEO QUE POSSO USAR NA PARATI SURF 2011 ???

    OBRIGADO…

    • admin disse:

      Resposta – Marcio – Tipo de óleo Parati Surf 2011

      Amigo, a Volkswagen de uma forma genérica fala que todos os seus carros com motor flex ou gasolina produzido a partir de 2002 pode rodar com o óleo Castrol Castrol SLX Professional, ou Castrol Magnatec especificação de SAE 5 W 40. E consultado o manual de óleos da Castrol, eles recomendam o Magnatec 5 w 40, ou o o EDGE 0w 40, em todo o caso no seu motor vão 3.5 litros de óleo. Lembre-se sempre que trocar o óleo trocar também o filtro.

      abraço

    • Luiz disse:

      Tenho uma dúvida no documento da parati track fild vem escrito que ela é track fild ou só vem 1.6 100 cavalos

  • Amilton Lobo disse:

    Bom dia

    Preciso de um retorno a este problema agora lhes colocado???!!!

    Tenho uma parati trek 2007 e está com o eixo traseiro um tanto aberto (rodas levemente inclinadas para fora), ocorre que a empresa do alinhamento me falou q isto é normal nesta parati e q eu não devo gastar dinheiro com isto, pois é em razão de ela ser um carro de altura, para dar mais estabilidade.

    E ai?? o q me diz??

    att

  • michel disse:

    tenho uma parati ano 99 modelo 2000 gostaria de saber se ela e 1.0 ou 1.6 porque amesma marca 100 cv

    ficaria muito satisfeito se alguem podesse me responder obrigado

    • admin disse:

      Resposta – Michel – Duvida motor parati

      Amigo olhe o documento da sua Parati, lá está descrito o motor, por exemplo, Parati 1000 16v Turbo ou Parati 1.6 Mi. Mas pela potência que você falou, ela pode ser 1.8 Mi, que conta com motor 1.8 AP 8v de 99 cv. Nesse mesmo ano e modelo 1999/2000, a Parati era vendida também com motores 1.0 16v Turbo de 112 cv, 1.0 16v de 69 cv, além do 1.6 de 92 cv e do 1.8 de 99 cv.

      abraço

      Equipe Encontracarros.com

  • vinicius disse:

    olá pessoal, eu to comprando uma paraty surf 2011 1.6 compelta, super zera apenas 19.000km ainda tem uma ano de garantia de fábrica, gostaria de saber se to fazendo um bom negocio pois vou pagar 30,000 pelo carro. abrigado.

  • Antonio Carlos disse:

    Tenho uma Parati 1990 e sou o 2º dono – Está com 108.000

    km originais – Está perfeita mecanicamente – ///Só a embreagem é pesada demais. Eu soube que existe uma adaptação de um "garfo" maior (do Santana) fazendo com que o acionamento do pedal fique mais leve. No transito de São Paulo, no final do dia estou com a perna bamba.

    Voces poderiam indicar uma oficina que possa efetuar esse trabalho?

  • Marcio Santos disse:

    Amigo tenho uma Parati 1.8 2001 completa e estou pensando em converter para GNV devido ao alto consumo , não ando muito mas quando ando me decepciono um pouco com o consumo, já possuo o kit gás guardado em casa e penso em usá-lo . vale a pena??

    • admin disse:

      Resposta – Marcio

      Depende, de alguns fatores, primeiramente, o quanto você irá rodar por dia, a instalação do GNV só vale a pena para quem roda grande distâncias por dia. Outro ponto é o desgaste do carro, ao instalar o kit, pode se preparar porque você terá que ter uma atenção maior, com relação a manutenção, porque rodando com gás, vários componentes do motor sofrem um desgaste prematuro ao se rodar com gás. Como mangueiras, componentes do sistema de injeção e as juntas do cabeçote, principalmente pela falta de lubrifação.

      Outros pontos que você tem de considerar, é a perda de potência do motor ao se rodar com gás, com a instalação que tem de ser realizada em uma oficina altorizada e de qualidade, e com relação a documentação, já que você terá além de incluir o GNV na documentação do carro, e isso claro tem um preço maior.

      abraço

  • Paulo disse:

    Porque a parati não foi reestilizada seguindo o novo estilo do gol e o voyage, será que isso irá acontecer em breve? Se acontecer, acho que vai agitar o mercado das peruas.

    • admin disse:

      Resposta – Paulo

      Infelizmente isso não deve acontecer, a VW desistiu de lançar a nova geração da Parati já há um bom tempo. Atualmente o mercado de peruas no Brasil não tem mais o mesmo público consumidor que tinha anteriormente. Tanto é que são poucas e raras peruas no mercado. E atualmente a SpaceFox ocupa o lugar da Parati. Portanto não teria muito sentido a VW relançar a Parati.

      abraço

  • pablo disse:

    Tenho uma parati G3 Sunset, motor 1.0 16v power 77cv, só foram fabricas 1,200 unidades dela, estou e 2 anos com ela, ela tem 55.000 km rodados, e esta comigo deus dos 39.000, nunk me deixou na mão, não baixa nivel de oleo, o fais 12km por litro na cidade e 16km por litro na estrada, é um motor excelente, para pessoas que saibam cuidar, é um motor que até hj eta em linha como no, polo, fox, golf, o famoso ea111, tenho orgulho d ter uma parati.

  • joaquim leal disse:

    tenho um parati a alcool completo, um carro muito bom, mas, não existe bom sem defeito vou falar do meu, logo que comprei começou aparecer um defeito na aceleração quando tiro o pé da embreagem fica acelerado a rotação sobe muito, fui varias oficinas e varios mecanicos inclusive na autorizada da w trocaram motor de passo, sonda lambida sensor borboleta e um monte de coisa e não resolveram o problema, me ajuda ai, toda vez que piso na embreagem ou coloco em ponto morto ela fica urrando quando estou descendo em 5º marcha ela vai acelerando e aumentando a velocidade

  • André disse:

    olá adm,

    Meu tio tem uma parati 1999 1.0 mi 16v 4p cor vinho com rodas da vw, parada na garagem, quase não usa. ela está com 30.000km, como estou precisando de um carro, ele quer me vender a dita cuja. pergunto eu: -carro parado não estraga as peças?? – outro dia fui usar a parati estava falhando quando acelerava, sujeira na injeção??? quanto vale a bendita??? vale a pena???

    Grato,

    abraço.

    • admin disse:

      Resposta – Andre

      Amigo, primeiramente é difícil a gente te falar se vale a pena ou não, o que podemos falar são alguns aspectos desse modelo: Veja as condições que está a parte mecânica do carro, 30 mil km para um carro produzido em 1999, é uma quilometragem realmente muito baixa. Essa versão 1.0 16v exige alguns cuidados extras com o motor. Como o nível e qualidade do óleo, é comum problemas como aquecimento, ou até fundição do motor, por falta de lubrificação, ou devido por exemplo a formação de borra de óleo no motor. Leve em consideração que esse motor 1.0 16v tem um custo de reparo, e manutenção mais caro do que os tradicionais motores 8v. Esses detalhes para os donos menos experientes ou que rodam muito, costumam pesar bastante no bolso e devem ser considerados.

      Outro ponto que você deve levar em conta é que a Parati ainda é um carro muito visada nas ruas por ladrões, por isso seu seguro é bastante elevado, e sua revenda não é tão fácil, já que ao contrário do Gol, a Parati, não é tão popular de revenda.

      Atualmente segundo a Tabela Fipe, a mais usada pelo mercado, o preço da Parati 1.0 16v 1999 é de R$ 11.900 a R$ 12.900, dependendo da versão e equipamentos.

      Pense no custo e benefício, nos custo de manutenção e nos cuidados que você terá que ter como esse motor 1.0 16v, analise o preço e se vai valer a pena o investimento. Agora se você quiser um carro para rodar diariamente, esqueça opte por um modelo popular com motor 8v.

      abraço e boa sorte

    • harry disse:

      amigo qualndo + carro andar melhor e agora , carro para vc vai gastar um pouco, na hora que vc por ela rodar com força(uma viagem de ums 6 horas ) ai vc conhecer ela,,,,,,,brç

  • Edson dos santos disse:

    tenho uma parati track e field 1.6 g4

    muita nova mais estou com um problema

    com as velas de igniçao dela que no manual

    pede um tipo de vela e na vw fala que e outro tipo

    o que fazer

    • admin disse:

      Respota – Edson do Santos

      Amigo não se preocupe tanto com as velas, as velas hoje em dia no mercado praticamente são universais, se adaptando a grande maioria dos carros. Você pode usar tranquilamente as velas que o pessoal da Volkswagen te recomendou.

      abraço

  • lia disse:

    tenho uma parati bolinha 98cl 1,6 4p, ela ta fazendo em media 350 km por tanque, gostaria de saber o que ela pode ter para gastar tanto. Ja troquei sonda lambida, filtro de ar, de oleo, oleo,todo o escapamento e ela continua gastando muito em media 6,86 por km.

    pode me ajudar.

  • Felipe Costa disse:

    Resposta – Ronaldo

    Bom dia, eu tenho uma Parati Turbo e no documento vem escrito "Parati 1.0 16v Turbo" sem as aspas, e na questao em numeros de serie, acredito q nao seja aconselhavel. Mas se a Parati for turbo original, vem descrito no doc, caso contrario é turbina e consequentemente não é legalizada! Espero ter ajudado!

  • jaime dzierva disse:

    Olá. sou Jaime Tenho uma parati 1997 1.8 ap.Então ela esta filezona motor cambio lataria enfim,so q tem um problema q a volkswagen tem, é o seguinte:com o tempo ali em baixo do painel no tunel da caixa de transmissão começou a quebrar abriu uma trinca desde a base da bateria ate perto do começo do tunel ali se deixar pode ser fatal.A fabrica deve fazer uma lata mais grossa para ñ quebrar aguardo uma resposta por favor obrigado!

  • marcelo ferreira san disse:

    tenho uma parati 1.6 mi plus 2006 g4 com pneus aro 13 que quando passo nas lombadas da minha rua arrasta o cano de descarga gostaria de saber se posso usar aro 15 sem comprometer a suspensão.

  • guilherme disse:

    to comprando uma parati 2005 closover 2.0 completa, 24.000,00 o preço está bom ?

  • wender disse:

    Amigo!

    Preciso de um manual da parati cl 1988 álcool AP 1.6>

    Quero algo que ensine a mexer no carburador também. Pois o meu carburador, esta oscilando e gastando muito cerca de 5litros na cidade. O que ja procurei na net videos e nada. É uma pena que só tem videos de carros novos. Pois este carro é muito bom.

    Sem mais;

    wender 19=9707 0280

  • solange rodriguez disse:

    tenho uma paraty 88 modelo 89.

    Gostaria de saber se existe a possibilidade de comprar o motor da mesma novo (nunca usado) e quanto custa?

    Obrigada

    • admin disse:

      Resposta – Solange Rodriquez

      Não existe este motor novo pra vender, você encontrará só mesmo em desmanches ou oficinas especializadas em retificas.

      abraço

  • Junior disse:

    Caro amigo adm, o painel da G3, serve na G2 (bola)??

    Estou pretendento trocar e queria saber antes de comprar…

    agradeço se me responder no e-mail tbm…

    abraço, agradeço desde já.

    • admin disse:

      Resposta – Junior

      Com algumas adaptações serve sim, já existe por ai alguns Gol G2 com painel do G3, de uma pesquisada mais detalhada na internet que você irá achar mais detalhes.

      abraço e boa sorte

  • amauri dos santos jr disse:

    tenho 4 parati,s 1 track 2005 ,1 crossover 2004 ,1track 2008 e 1 surf 2010 nao sou lojista sou colecinador e quero me desfazer desta paranoia de parati qualquer interesse ligue 22693015

  • admin disse:

    Resposta – Marlon Mendes

    Os bancos de couro na Parati eram oferecidos apenas na versão top de linha, Parati Crossover com motor 2.0. Com relação as medidas dos pneus, este pneus é um pouco mais largo que os originais, o consumo pode ficar sim um pouco mais elevado, já que este pneu tem uma área de rolagem maior, porém diferença não é radical, em compensação o carro ficará mais estável em curvas.

    abraço

  • Marlon mendes disse:

    Tenho uma parati 2002 modelo 2003 com banco de couro, gostaria de saber se o banco e original? outra os pneus e aro 14-185-70, tera problemas no consumo de combustível.

  • Ronaldo disse:

    Ola , na documentação da Parati 1.0 16v turbo , o documento vem escrito TURBO ? ou vem um T ? ou não vem nada ?

    Tem como passar a numeração de serie da parati 1.0 16v turbo de 2000 a 2003 ?

    obrigado

    Ronaldo

    • admin disse:

      Resposta – Ronaldo

      Infelizmente ficaremos te devendo as duas informações, tentamos procurar mas não encontramos o numero de unidades da Parati 1.0 Turbo, nem como ela é descrita na documentação.

      abraço

  • jorge disse:

    tenho uma parati ano 1999 modelo 2000 1.0 16v porem ela estar super aquecendo, mesmo andando livremente,ela e a gas e gaz porem andei ultimamente so no gas . tamem coloquei fluido de arrefecimento e por fafor pode me dar uma dica que venha ser isso obrigado

  • Alexsandro disse:

    Ola amigo , tenho uma Parati 1993 1.8 alcool e ela esta com rodas aro 15 , eu gostaria de saber qual o aro ideal para este tipo de carro , quais os beneficios e malefícios de cada aro e se eu posso instalar bagageiro nesta versão , se possivel encaminhe a resposta também para o meu e-mail , desde já agradeço a todos e queria informar que estou super satisfeito com a minha Parati e tenho até medo de troca la por uma versão mais nova e não gostar .Abraços

  • Davi Pinto Coelho disse:

    Estou olhando uma Parati 1.6 Mi City/ Track e Field/ T. Flex 2004/2004 por R$22.500, completo (inclusive com faróis de neblina, espelhos eletricos, bancos couro), 55.000 km rodada. Amanhã irei levar em um mecanico de confiança.
    1 – Por favor, esse modelo e ano é um bom carro?
    2 – E porque na ficha técnica o ano de 2004 não foi citado aqui no site? Porque a minha maior dúvida é em relação ao consumo de combustível desse ano e modelo. Compensa colocar GNV?
    Obrigado.

  • Junior disse:

    Gostaria de saber o real consumida parati crossover 2.0 pq a quatro rodas diz 6.7, mas meu pai tem um Santana 1999 2.0 e faz 10 por litro achei meio absurdo e já me descepcionou na hora de comprar

  • Tiago disse:

    olá, gostaria de saber sobre seguro e manutenção da Parati GTi G3. estou querendo comprar uma que está impecável, o carro irá rodar pouco, será um xodó mesmo. Gostaria de opinião pessoal. Detalhe, acho linda e está com bom preço pela mosca branca que é, e pretendo ficar com o carro pelo menos uns 3 anos.

    • admin disse:

      Resposta a Tiago

      Como você mesmo disse a Parati GTi G3 é extremamente rara, pouca gente sabe que existiu. os números não são oficiais mas segundo gente de forums especializados foram em torno de 400 a 500 foram produzidas.

      Agora na parte mecânica não há segredos, o motor é o mesmo da antiga Parati GTi G2, um 2.0 16v porém já com injeção MI ele desenvolve 145.5 cv, sua velocidade máxima é de 206 km/h. Como você deve saber as peças grandes deste motor 2.0 16v são extremamente raras, o que exige muito cuidado na hora da compra, principalmente com a lubrificação do motor, por ser 16v o cuidado com o oleo usado tem de ser grande, para evitar a formação de borra, é comum este tipo de motor apresentar problema com relação a falta de lubrificação adequada, ai o prejuízo é grande, antes de fechar negócio tente saber um pouco mais como o antigo dono cuidava do motor do carro.

      Como é a Parati GTI possui um motor bastante raro, este motor foi importado da Alemanha, não é recomendado o seu uso no dia a dia, já que o custo de manutenção do carro é um tanto elevado. Outro ponto que você precisa pensar é com relação ao valor do seguro, por esta versão ser uma mosca branca, algumas seguradoras cobram pequenas fortunas para segurar um carro destes. Se você tiver um perfil mais jovem, então ai o seguro fica quase inviável.

      Agora comprando uma Parati destas em boas condições mecânicas, tendo um pouco de paciência, atenção e cuidado com a manutenção, provavelmente você não terá dores de cabeça e terá um carro esportivo nas mãos.

      Segundo a tabela Fipe, o preço da Parati GTi 2.0 16v ano 2000 fica em R$ 22.700.

      abraço e boa sorte Tiago

    • Anônimo disse:

      Resposta a Tiago

      Como você mesmo disse a Parati GTi G3 é extremamente rara, pouca gente sabe que existiu. os números não são oficiais mas segundo gente de forums especializados foram em torno de 400 a 500 foram produzidas.

      Agora na parte mecânica não há segredos, o motor é o mesmo da antiga Parati GTi G2, um 2.0 16v porém já com injeção MI ele desenvolve 145.5 cv, sua velocidade máxima é de 206 km/h.

      Como você deve saber as peças grandes deste motor 2.0 16v são extremamente raras, o que exige muito cuidado na hora da compra, principalmente com a lubrificação do motor, por ser 16v o cuidado com o óleo usado tem de ser grande, para evitar a formação de borra, é comum este tipo de motor apresentar problema com relação a falta de lubrificação adequada, ai o prejuízo é grande, antes de fechar negócio tente saber um pouco mais como o antigo dono cuidava do motor do carro.

      Como é a Parati GTI possui um motor bastante raro, este motor foi importado da Alemanha, não é recomendado o seu uso no dia a dia, já que o custo de manutenção do carro é um tanto elevado.

      Outro ponto que você precisa pensar é com relação ao valor do seguro, por esta versão ser uma mosca branca, algumas seguradoras cobram pequenas fortunas para segurar um carro destes. Se você tiver um perfil mais jovem, então ai o seguro fica quase inviável.

      Agora comprando uma Parati destas em boas condições mecânicas, tendo um pouco de paciência, atenção e cuidado com a manutenção, provavelmente você não terá dores de cabeça e terá um carro esportivo nas mãos.

      Segundo a tabela Fipe, o preço da Parati GTi 2.0 16v ano 2000 fica em R$ 22.700.

      abraço e boa sorte Tiago

  • Itamar disse:

    Olá Sr, se poder me ajudar: Comprei uma Parati 1.6 2005 Total Flex – mas ainda não sei se é G3 ou G4, me parece que tem escrito trackfield do lado esquerdo. É extranho mas é verdade. Comprei sem ver e já está chegando essa semana. Mas gostaria de saber qual óleo por nela: 10w40? ou 5w40; não sei consultar, me ajude por favor ok?

    • admin disse:

      Resposta – Itamar

      Olha é difícil a gente te dizer ao certo, qual o modelo da sua Parati, porém se for ano de fabricação 2005 deve ser G3, esta foi lançada em 2004 e teve 2700 unidades produzidas. Enquanto a Parati G4 Track Field foi lançada em fevereiro de 2006.

      O óleo recomendado pela Volkswagen para a sua Parati é o Castrol SLX Professional (SAE 5W 40). (isto independente de ser G3 ou G4).

      abraço

  • Karyn disse:

    Oi Gente,

    Estou comprando uma Parati, 2011 0 Km, estamos com várias dúvidas quanto ao seu desempenho, estamos comprando completa e ta saindo $ 53.000,00, é nosso primeiro carro 0 estão estamos apreensivos quanto nossa escolha…

    • admin disse:

      Resposta – Karyn

      Resposta – Karyn

      Não querendo te assustar, mas comprar uma Parati 0km hoje em dia não é muito recomendado, é certo que a Parati deixará de ser produzida de vez em 2012, atualmente sua procura é bastante baixa, o que torna sua revenda difícil, já que não há mais mercado para a Parati, consequentemente sua desvalorização esta bastante alta. Outro ponto é que a Parati é a mesma desde 2005 e não há planos da Volkswagen renovar o modelo, ou seja é um carro bastante antigo, e que sente o peso da idade, não sendo tão confortável e equipado, quanto os modelos mais atuais no mercado, como a Palio Weekend ou a própria VW SpaceFox.

      Bem com relação ao desempenho atualmente a Parati 2011, conta com o motor 1.6 de 103 cv de potência, é um conjunto mecânico simples, porém robusto. Mas a falta de desempenho do motor quase não é notada perante aos outros pontos negativos da Parati, que infelizmente acabou parando no tempo.

      Claro que gosto e necessidades pessoais com relação a um carro não se discutem, mas tente pensar em outras opções mais modernas no mercado, como VW SpaceFox, que parte de R$ 44.690, ou a Palio Weekend que parte de R$ 42.210, ou na VW SpaceCross que sai por R$ 57.990, ou a Palio Weekend Adventure que custa R$ 56.850, estes são carros mais modernos, confortável, mais equipados, e mais fáceis de serem revendidos, ou seja é um negócio mais certo e rentável.

      abraço

  • Olimpio disse:

    Prezado Adm, preciso de perua para trabalhar, estou entre uma Parati Track 1.8 ou Palio wek. 1.8 ambas ano 07/08 ou até 30 mil. Qual melhor custo beneficio?

    Rodo 1100Km por mes, mais em estrada.

    Grato

    Olimpio

  • givanildo disse:

    ta acontecendo um problema na minha parati club 1997 quando abaixa do meio tanque ela não puxa combustivel sera o que ta acontecendo me manda no meu imal agradecido desde ja givaeugenio@hotmail.com

  • LINO disse:

    Boa noite to comparando uma paraty 1.0 16v 2001 turbo, gostaria de sabe se é aconselhavel eu colocar gáz nela, ou se só a gasolina é bastante, o carro está super conservado o dono pede r$ 15000,00, o quen vc acha do preço, qual o consumo médio deste carro na cidade e na estrada?

    • Anônimo disse:

      Lino, infelizmente não é muito aconselhável instalar GNV neste tipo de motor, bem primeiro porque ele é 1.0 16v turbo, ou seja por si só já exige um cuidado extra com sua manutenção em comparação com os tradicionais 1.0 8v aspirado.

      A instalação do GNV seria viável apenas se você for rodar mesmo diariamente com o carro, mesmo se esse for o caso, o mais sensato é você optar por um carro com motor 1.0 8v sem turbo, já que sua manutenção seria mais fácil e sua durabilidade maior.

      Com relação ao consumo da Parati 1.0 16v Turbo, segundo a revista Quatro Rodas o modelo na época de seu lançamento, durante o teste de longa duração de 60.000 km, apresentou um consumo médio de 11.3 km/l, uma boa marca pelo tipo de motor.

      De acordo com a tabela Fipe o preço médio da Parati 1.0 16v turbo é de R$ 16.750.

      abraço e boa sorte

  • marcelo disse:

    gostaria de saber o consumo de alcool de uma parati modelo 85 LS na cidade e estrada.obrigado

    • admin disse:

      Resposta – Marcelo

      A Parati LS possui motor 1.6 a álcool, nesta ela desenvolve 81 cv, seu consumo na cidade fica em 8.6 km/l e 11.6 km/l na estrada, sgundo teste da revista Quatro Rodas em março de 1984.

      Infelizemente não temos os dados da versão com motor 1.6 a gasolina.

      abraço

  • carla miranda disse:

    gostaria de saber valor da parati 1.8 ano 98 serie surf a gasolina esta em otima comservaçao alarme vidro eletrico direçao edraulica duas portas.. obrigado ……

    • admin disse:

      Resposta – Carla Miranda

      Segundo a tabela Fipe a Parati Surf 1.8 ano 1997/1998 sai por R$ 14.350. Claro que este é o valor médio e pode variar de acordo com a região do Brasil, estado de conservação do carro, equipamentos entre outros itens.

      abraço

  • carlos disse:

    ola tenho um parati club 97 modelo 98 18 mi gasolina eu queria saber qual valor de mercado e quanto ela faz na estrada já que na cidade eu tenho uma ideia quanto gasta obrigado pela resposta.

    • admin disse:

      Resposta – Carlos

      De acordo com a tabela Fipe, o valor de mercado de uma Parati Club 1.8 1997, 1998 varia entre R$ 13.250 a R$ 14.380. Porém claro este é o valor de revenda, ou seja se você for vender para uma revendedora, dificilmente conseguirá que pagem este valor.

      Com relação ao consumo, infelizmente não temos os dados exatos, mas o consumo é o mesmo da versão 1.8 Mi, ou seja fica na estrada fica em torno de 13.5 km/l a 14.5 km/l.

      abraço

  • Alex. disse:

    estou comprando uma parati 2002 a alcool completa. o dono dis que a verção é parati 1.6 plus G3, porem não encontro esta verção na tabela fipe. gostaria de informações sobre isso e que preço devo pagar. obrigado.

    • admin disse:

      Resposta – Alex

      Na verdade a Parati G3, era oferecida em versões distinguidas pelo motor, exemplo, exemplo Parati 1.8, Parati 1.6, além das edições especiais ex Parati Surf, Parati Crossover.

      No caso da Parati Plus, na verdade era um pacote de equipamentos oferecido com o carro tanto na versão 1.6 quanto na 1.8. Realmente esta versão não está catalogada na tabela Fipe, porém para achar o preço do carro, procure pela Parati 1.6 Mi 2002 álcool (Parati 1.6 Mi/1.6 Mi City), segundo nós pesquisamos o preço médio fica em R$ 19.650. Lembrando que este é um valor médio, ou seja pode variar, de acordo com detalhes como estado de conservação do carro, região onde você está, equipamentos, há uma grande diferença de preço entre uma versão básica e uma completa, portanto espere uma oscilação em torno de R$ 1.500 a R$ 2.000 do valor citado aqui.

      abraço

  • HENRIQUE disse:

    abraço Admin

  • HENRIQUE disse:

    ola Admim,

    estou comprando uma parati 1.6 ano 2000 preta completa

    muito conservada , levei no meu mecanico de confiança ele falou que se eu não comprar ele compra, serei o segundo dono ….

    estou em duvida em relação ao preço dessa parati R$ 20.900 …

    • admin disse:

      Resposta – Henrique

      Henrique , uma Parati 1.6 ano 2000 a gasolina segundo a Tabela FIPE tem preço girando em torno de entre R$ 18.300 R$ 19.012. Bem o preço que você viu está realmente um pouco acima do valor praticado no mercado, porém isto pode ter justificativa, como por exemplo os equipamentos que o carro traz, estado de conservação, quilometragem, local de compra, revenda ou diretamente com o dono entre outros fatores que podem influenciar no preço.

      abraço e boa sorte em sua compra

  • Ricardo disse:

    Prezado Admin;

    Ando com o carro em trechos leves, geralmente com o ar desligado, vou fazer uma revisão para ver se há algo de errado com o sistema de injeção, pois o carro tem apenas 64000 KM e está muito conservado, realmente não sei o que pode ser, desconfio que possa ser pelo fato de ando trechos pequenos e o carro praticamente nem chega a esquentar, fazendo com que o sistema trabalhe com maior injeção de combustível, isso procede?

    Forte abraço

  • Ricardo disse:

    Boa noite;

    Comprei uma Parati 1.6 2003 a Alcool e me assustei com o consumo, ela está fazendo em média 5.5 Km por litro na cidade, alguém sabe me dizer se isso é normal ou ela está com algum problema.

    Obrigado

    Ricardo

    • admin disse:

      Resposta – Ricardo

      Realmente sua Parati 1.6 está com consumo um tanto elevado, claro que sempre quando falamos de consumo temos que avaliar as condições em que você roda, por exemplo carro lotado ou vazio, ar-condicionado ligado, trecho de transito pesado, subidas, conservação mecânica do carro e claro a velocidade em que você anda.

      Falando em números reais, podemos afirmar que o normal para sua Parati 1.6 a álcool seria algo em torno de 7 km/l a 8 km/l na cidade e 10.5 a 11 km/l na estrada.

      Tente analisar o que pode estar contribuindo para este consumo elevado, lembre-se peças ou componentes que já passaram de sua vida útil podem aumentar razoavelmente o consumo de seu carro. Em todo caso leve o carro a um mecânico de sua confiança para fazer uma analise no motor de sua Parati.

      abraço

    • harry disse:

      ola amigo a agulia dela deve ser de 60 coloca uma agulia de 50 a me fala se melhorou…..ok

  • heron keller disse:

    Nobre Admin,

    Muito bom esse blog, estou comprando uma parati crossover 2005 2.0 MI no GNV completa banco de couro etc, e tenho duas duvidas: 27.000 é muito fora do preço? tem algum 'contra' nessa versão?

    Grande Abraço!

    • admin disse:

      Resposta – Heron

      Heron, o preço tabelado da Parati Crossover 2.0 MI 2005 é de R$ 25.277 (segundo a Tabela FIPE), agora claro que este valor pode variar de acordo com a região, equipamentos vindo no carro, estado de conservação do carro entre outros fatores. Então o preço pedido pelo carro que você viu não está tão fora da realidade, já que como você falou o modelo deve ser completo.

      Não existem grandes contra desta versão, porém claro você deve saber que estará levando um carro com motor 2.0, ou seja ele anda muito bem, mas bebe bem também, tanto é que o modelo que você está comprando foi instalado o kit GNV. Outro ponto como dissemos anteriormente, esta versão da Parati dependendo do ano não é muito fácil de ser revendida.

      Por fim como você está comprando um carro com GNV, o que não é muito recomendado, vale a pena dar uma olhada atenta nas condições reais do motor, já que com GNV o motor é exigido bem mais do que o normal, o que após um longo tempo de uso acaba prejudicando a vida útil de vários componentes. Fique atento com os cuidados que o antigo dono tinha com o carro, por que geralmente os veículos com GNV eram usados diariamente, por exemplo para o trabalho, sendo bastante rodados.

      Então leve um mecânico de sua confiança para avaliar o motor desta Parati, cheque também as condições da instalação do GNV e se tudo na instalação está inscrito na documentação do carro, caso contrário isto pode gerar algum problema na hora de fazer a transferência.

      Esperamos ter ajudado.

      abraço e boa sorte

  • paulo disse:

    Tenho uma parati ano 89, estou tendo dificuldades para instalar o bagajeiro preciso de informações sob medidas no teto.

  • Jacqueline disse:

    Gostaria de saber, quantos litros exatamente cabem na Parati 99 – 1.6

    As vezes o carro fica acelerado e agarra. para voltar ao ponto tenho que acelerar mais forte. Pq acontece isso?

    Obrigada

    • admin disse:

      Resposta – Jacqueline

      Quando você disse litros que dizer no tanque de combustível certo? Então todas as versões da Parati com motor 1.0 1.6 e 1.8 trazem tanque de combustível de 51 litros. Enquanto a versão 2.0 possui tanque de 53 litros, assim como as versões mais novas 2003 em diante com motor 1.6 e 2.0 trazem tanque de 53 litros.

      Com relação ao problema que você relatou, bem é difícil a gente de dizer alguma coisa, podem ser vários causadores, falando por alto, procure por problemas no sistema do acelerador, cabos velhos, sensores, ou na conexão entre o pedal e a borboleta do acelerador, pode haver peças gastas, cheque também a marcha lenta desregulada é outro comum causador deste tipo de problema, (a marcha lenta é um sistema que serve para manter seu carro acelerado quando ele está parado, caso contrário ele morreria quando parasse) por fim de um olhada na embreagem em alguns casos raros também pode fazer o carro acelerar de uma hora para outra. Mas para saber a causa do problema, só mesmo levando o carro um mecânico de sua confiança, ou a alguém que entende um pouco de mecânica.

      abraço e boa sorte

  • ana paula disse:

    caro amigo,vc sabe me dizer qual o consumo DE COMBUSTÍVEL em media da parati 2.0 8v.MI 2000??, QUAIS AS VANTAGENS E AS DESVANTAGENS DESTE MODELO?

    OBRIGADA PELA RESPOSTA ANTERIOR, AGUARDANDO RESPOSTA

    ABRAÇOS DA AMIGA ANA…

    • admin disse:

      Resposta – Ana Paula

      Então Ana, infelizmente o consumo é um dos pontos fracos desta versão da Parati, este motor 2.0 8v apesar de andar bastante graças aos seus 112 cv e 17.3 kgfm de torque tem um bebe relativamente bastante, segundo testes realizados em setembro de 2002 pela revista Quatro Rodas na Parati 2.0 8v Tour, o modelo decepcionou fazendo apenas 6.6 km/l na cidade e 12.6 km/l na estrada. Porém calma, só para efeito de comparação a Parati 2.0 Mi 1997 (modelo antigo G2) fez em testes da revista Quatro Rodas de outubro de 1997, 9.1 km/l na cidade e 14.2 km/l na estrada a 100km sem ar-condicionado ligado. Então podemos supor médias dentro deste padrão, ficando entre 10km/l.

      Bom falando em vantagens e desvantagens desta versão 2.0 Mi que você está pretendendo comprar, vendo pelo lado bom esta versão da Parati, era na época a top de linha, ou seja trazia uma boa lista de equipamentos, a Parati é conhecida por oferecer uma pobre lista de itens de série, tudo era praticamente opcional, porém nesta versão 2.0 Mi em sua maioria trazia itens como direção hidráulica, vidros e travas elétricas, alarme, encosto de cabeça traseiro, retrovisores com acionamento elétrico, algumas ainda trazem sistema de som e até mesmo ar-condicionado. Outro ponto positivo é com relação ao desempenho, este motor 2.0 MI 8v anda muito bem, tendo uma vocação quase esportiva, ideal para quem busca um carro com desempenho mais empolgante e divertido de ser dirigido.

      Em contrapartida se você não fazer tanta questão de desempenho ou equipamentos, e está preocupado com gastos, pense bem pois, esta versão 2.0 possui como já dissemos um consumo um tanto elevado, principalmente se comparado com as outras versões disponíveis da perua, como a 1.6, além de seguro ser mais caro. Isto somado ao fato desta versão não ser tão popular, tendo na época vendas mais tímidas em relação as demais 1.6. 1.8 e 1.0 turbo, faz dela um modelo pouco querido nas revendas, ou seja sua venda é um pouco mais difícil, fato que torna sua desvalorização um pouco mais alta.

      Esperamos ter ajudado de alguma forma, claro pesquise mais por ai em busca de opiniões e relatos dos donos.

      abraço

  • leandro disse:

    Eai pessoal, tudo bem?tenho um golf 95 inteiro, excelente carro.Estou a procura de uma parati,achei uma 99 1.6 por 15 mil bem conservada até o radio original mais so tem direção hidraulica desembaçador e limpador traseiro tbm achei outra 2001 1.8 completa, falaram que a 1.8 é gastona d+++ essa tá 18.900 agora estou na duvida…oq vcs me aconselham????

    • admin disse:

      Resposta – Leandro

      Olha realmente muitos dizem que o motor 1.8 é beberão, agora na realidade isto não é verdade, o motor 1.6 e o 1.8 da VW Parati são praticamente o mesmo AP, o que muda é a capacidade volumétrica dos cilindros, é claro que o 1.8 anda um pouco mais, tem mais torque e consequentemente bebe um pouco mais, porém falando em consumo a diferença é pequena na pratica fica em torno de 1 km/l ou menos em favor do motor 1.6.

      O motor 1.6 em contra partida é mais popular, anda bem quase no mesmo nível do 1.8, ele é apenas 7 cv mais fraco que o 1.8, a grande diferença está na aceleração, por ter mais torque o 1.8 se mostra bem mais veloz em arrancadas, garantindo mais diversão ao se dirigir.

      Deixando um pouco o motor de lado, o que deve pesar na sua escolha é o preço, por exemplo é muito mais negócio optar por um carro mais novo, neste caso o 2001, além do fato de ser completa, oferece mais conforto e tem acabamento de melhor qualidade, fatores que tornam o carro mais fácil de ser revendido ou seja você certamente perderá menos dinheiro, fazendo um melhor negócio. Agora como dissemos o que deve pesar na sua escolha é quanto você está disposto a gastar. Para tomar uma decisão leve em consideração quanto tempo você pretende ficar com o carro, se irá rodar diariamente (por que neste caso o 1.6 se mostra logicamente mais econômico), se irá rodar mais na cidade do que na estrada. Se você pode pagar um pouco mais por um carro completo. Se puder tente ficar com a Parati 1.8 2001.

      Esperamos ter ajudado

      abraço e boa sorte.

  • marcos disse:

    boa noite

    olo pessoal, estou comprando uma para parati track field 2005 1.6 completa menos vidro eletrico no valor de 26.5oo o carro esta bem conservado, nunca sofreu algum retoque, mas ja esta com 100000 km, mas é unico dono, oq vcs acham? boa compra?

    gostaria de obter uma resposta!!!!grato

    • admin disse:

      Resposta – Marcos

      Então Marcos, o preço de tabela da Parati 1.6 Track Feld 2005/2006, gira em torno de R$ 25.000 a R$ 27.000, dependendo do ano/modelo e equipamentos, ou seja o valor pedido pelo modelo em que você está pretendendo comprar está dentro da média.

      Agora 100.000km para um carro com pouco mais de 5 anos de uso, está um pouco acima da média. Mas claro não é nada exagerado, ou fora do comum, porém é bom dar uma checada atenta a parte mecânica a procura de possíveis problemas, lembre-se leve um mecânico de sua confiança para dar uma avaliada no carro, apesar da VW Parati ser um carro bastante robusto e resistente com um baixo histórico de problemas, as vezes as aparências podem enganar.

      Com relação a ser ou não um bom negócio, ai é difícil a gente de dizer alguma coisa, já que quem está a procura de uma Parati, na maioria dos casos já conhece e gosta do carro e está a procura deste carro especifico. Agora lembre-se que a Parati exige alguns cuidados, por exemplo, o preço do seguro é alto, e atualmente ela sofre uma desvalorização alta ou seja não é fácil de ser revendida. Se tiver em dúvida tente procurar conhecer melhor outros carros nesta mesma faixa de preço.

      Esperamos ter ajudado.

      abraço e boa sorte

  • ana paula disse:

    ola pessoal,estou vendo uma parati 2.0 8v.ano 2000,toda completa,procurei mais sobre ano e modelo,por ela ser 2.0 e 8v, e não achei muita coisa que pudesse me ajudar.Sei que esta que estou vendo e completa ,pouca Km e bem conservada no valor de $20,500.00 é este preço realmente pela tabela em 2011? alguem pode me ajudar?? e explicar porque ela é mais dificel de achar 2.0 e por ser 8válvulas??

    sem mais agradeço o interesse em me ajudar…

    abraços ana…

    • admin disse:

      Resposta – Ana Paula

      A Parati 2.0 é um tanto rara, a versão com motor 2.0 8v Mi começou a ser produzia a partir do ano 2000, trazia motor 2.0 8v de 112cv e ficou no mercado até 2005, era disponibilizando nas versões Tour, Sportline. A partir de 2003 equipou a Parati Crossover e mais tarde a Parati Track & Field. Versão aventureira da Parati. Este motor é o tradicional e conhecido motor AP 2.0 da Volkswagen, ele equipou vários modelos da marca como o Santana.

      Atualmente o preço de tabela da Parati 2.0 8v Mi ano 2000 parte de R$ 18.850. Segundo a tabela FIPE. Um modelo ano 2002 sai por R$ 21.174, já o 2004 tem preço tabelado de R$ 24.300.

      abraço

  • ana paula disse:

    ola pessoal,estou vendo uma parati 2.0 8v.ano 2000,toda completa,procurei mais sobre ano e modelo,por ela ser 2.0 e 8v, e não achei muita coisa que pudesse me ajudar.Sei que esta que estou vendo e completa ,pouca Km e bem conservada no valor de $20,500.000 é este preço realmente pela tabela em 2011? alguem pode me ajudar?? e explicar porque ela é mais dificel de achar 2.0 e por ser 8válvulas??

    sem mais agradeço o interesse em me ajudar…

    abraços ana…

  • darci lucas disse:

    Comprei uma parati 96 estou adorando ela e azul motorzinho 1.8 shou de bola

  • M. Roncon disse:

    tenho uma paraty track field 2006, 90 mil km, até agora só troquei a embreagem e pneu dela, excelente carro, mas o seguro tá muito salgado realmente, e não pode dar mole por aí não levam mesmo, foi muito desvalorizada e continua baixando o preço, a concessionaria da minha cidade me ofereceu R$22.000,00 a base de troca num fox….um absurdo!!

  • dorivaldo disse:

    ola! tenho uma parati 95, gostaria de saber se tem como colocar bagageiro de teto e como faço?

    • admin disse:

      Dorivaldo

      Tem sim como instalar o rack/bagageiro de teto da Parati 95, só que você terá que procurar bastante a peça por ai, ou comprar via internet. Por exemplo teste pesquisar no Mercado Livre ( <a href="http://www.mercadolivre.com.br)” target=”_blank”>www.mercadolivre.com.br)

      O preço em média fica em R$ 150 a R$ 280.

      abraço

  • carlos disse:

    gostaria de saber como eu encontro o computador a bordo da parati glsi2.0 1996 gostaria de colocar nela para ela ficar toda completaé só isso que falta

  • Rubens Schroeder disse:

    Olá! descordo com muita coisa dita aqui neste site, pois tenho uma VW parati 2000 1.6 8v completa, sou o quarto dono e ela está impecável, seu interior está novo,ela não bate em estrada de chão ou paralelepipedo e seu painel não se decompõe facilmente como foi dito aqui por vocês, achei um absurdo isso,não sei se a intenção deste site é desvalorizar o veículo ou a VW, mas descordo com mta coisa aqui dita.

    • admin disse:

      Rubens

      De forma alguma a intenção desta matéria é desvalorizar a Parati, quando nós dissemos estes problemas é para tentar ajudar e alertar ao futuros compradores da Parati sobre alguns possíveis problemas que podem aparecer na Parati ou assim como em qualquer carro e merecem cuidado na hora da compra para se evitar dores de cabeças futuras.

      A VW Parati é um carro robusto com mecânica confiável que exige pouca manutenção, se não fosse ela não teria feito o grande sucesso que fez durante quase 20 anos. Porém assim como em todo carro tem pontos fortes e fracos.

      abraço

      • Geraldo A. Souza disse:

        Concordo com vc Rubens, além do mais os carros fabricados no Brasil, vem com tecnologia de países onde as estradas e ruas são melhores conservadas que as nossas. Além do mais nossos motoristas enfrentam lombadas e buracos como se eles não existissem, em terra, meu irmão consegue quebrar todas as barras de torção do fusca dele, dá para imaginar a velocidade que anda nas terras de Minas Gerais.

  • roseli disse:

    eu tenho uma parati nova geraçao 2003 e ela tem hora que perde a aceleraçao troque vela e filtro de oleo mais de vez em quando acontece isso gostaria de um orientaçao e oque pode ser moro em uma cidade que nao tem mao de obra qualificada por favor me ajude tambem com endereço de uma autorizada mais proximo ciddade de ubatua sp obrigada

  • Reinaldo Doratioto disse:

    eu precizo de um rack para minha parati g3 ano 2001

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *