VW Golf GTE híbrido chega ao Brasil por R$ 200 mil

vw golf gte 2019

*Matéria atualizada em novembro de 2019

Continua logo após a publicidade...

Demorou, mas finalmente a VW está lançando no Brasil o Golf GTE, a versão híbrida do hatch era prometida para o nosso mercado desde 2017. O modelo chega trazendo uma moderna motorização plugin híbrida, que promete muita economia de combustível, fazendo mais de 50 km/l, boa autonomia para rodar por mais de 900 km com um tanque, somado com um ótimo desempenho próximo ao Golf GTi, porém o Golf GTE terá poucas unidades vendidas no Brasil, suas vendas serão atípicas, apenas três concessionárias venderão o carro: São Paulo, Curitiba e Brasília, além de vendas pela internet. O preço será salgado R$ 199.990.

vw golf gte 2019

Golf GTE abre as portas da Volkswagen brasileira para modelos híbridos e elétricos

O Golf GTE chega para se juntar a uma inédita safra de carros híbridos e elétricos que estão chegando ao Brasil agora em 2019, a lista inclui modelos como o Nissan Leaf, Renault Zoe, Jaguar I-Pace e o Chevrolet Bolt, porém ao contrário dos rivais, o Golf GTE está mais para um “showcar”, sua missão será preparar terrenos para a futura geração de carros elétricos da Volkswagen, como o VW ID.3, que vai se lançando mundialmente em 2020 com preço “mais acessível” e pode se tornar o elétrico mais vendido do mundo.

Continua logo após a publicidade...

No Brasil o Golf GTE, vai servir para treinar a rede de concessionárias VW para estas novas tecnologias com motor elétrico, medir a recepção do publico brasileiro para este novo tipo de propulsão, além de tirar duvidas dos clientes em relação aos carros elétricos e híbridos, como autonomia, tempo de recarga, tempo de vida útil das baterias e etc.

Além disso este mês (outubro), a Volkswagen já mostrou na Europa a nova geração do Golf GTE que chegará as ruas da Europa em 2020, porém o modelo novo não tem previsão de chegada ao Brasil, e o atual que esta chegando por aqui agora, já teve sua produção encerrada por lá.

vw golf gte 2019

Por até 50 km o Golf GTE pode ser empurrado apenas pelo motor elétrico e um tomada convencional são necessários 3h45 m para recarregar as baterias

O funcionamento do sistema elétrico do Golf GTE

Ao contrário de modelos 100% elétricos como Nissan Leaf e Chevrolet Bolt, o VW Golf GTE é um híbrido, ou seja ele combina dois motores, traz um 1.4L TSi turbo a gasolina com 150 cv de potência, associado a um pequeno bloco elétrico, localizado entre o motor a combustão e a caixa de câmbio, o motor elétrico possui 102 cv de potência e é alimentado por um pack de baterias de íons de lítio, elas ficam localizadas no assoalho embaixo do banco traseiro. O câmbio é automático de seis marchas com dupla embreagem.

Apesar da potência disponível de ambos os propulsores somada ultrapassar os 250 cv, devido ao padrão de funcionamento, com o motor elétrico ajudando ao motor a combustão, a potência combinada disponível dos dois motores é de 204 cv e o torque é de 35.4 kgfm.

golf gte

Acima um raio x do esquema de motorização híbrida do Golf GTE, o motor elétrico fica entre o motor a gasolina e o câmbio na dianteira do carro, já as baterias do motor elétrico ficam no assoalho próximo ao eixo traseiro, já o tanque de combustível passou para o porta-malas, aonde normalmente ficaria o estepe, o tanque tem tamanho reduzido 40 litros

O Golf GTE promete fazer mais de 50 km com um litro de gasolina…

Na Europa o consumo anunciado impressiona chegando a fazer 62 km com 1 litro, ou se preferir 1.6 litros de gasolina a cada 100 km rodados, conferindo uma autonomia para rodar cerca de 930 km com um tanque cheio (40 litros) – no Brasil estes números serão um pouco menores já que a nossa gasolina tem quase 30% de etanol em sua composição.

Além disso o Golf GTE pode ser impulsionado apenas pelo motor elétrico (E-Mode), neste modo com as baterias totalmente carregadas o carro pode rodar por até 50 km sem beber nenhuma gota de gasolina, e rodando apenas com o motor elétrico o modelo pode atingir até 130 km/h.

Como as baterias do motor elétrico do Golf GTE são recarregadas…

A carga das baterias do motor elétrico, pode ser feita por meio da três formas diferentes, a primeira é pela energia gerada pelos freios durante as frenagens, a segunda é através do motor a gasolina e a terceira é plugando o carro em uma tomada, através de um carregador rápido ou ainda uma tomada convencional 220v. Em uma tomada comum são necessários 3h45 para recarregar por completo as baterias. A Volkswagen afirma que a maneira mais barata de recarga das baterias do motor elétrico é plugar o carro na tomada, uma carga completa das baterias plugado na tomada, custará algo em torno de R$ 5 reais.

golf gte

A carga do motor elétrico pode ser feito em uma tomada comum, ou de alta potência, o local para o conectar o plug do cabo elétrico fica na dianteira escondido embaixo do logo da VW

Apesar de ser um híbrido, o GTE é um esportivo…

A sigla GT no nome do Golf GTE é para distinguir esta versão híbrida como sendo uma versão elétrica esportiva, tanto é que o modelo visualmente e no interior herda diversos elementos presentes no esportivo Golf GTi, e apesar de ser um carro claramente voltado para a economia de combustível e o desenvolvimento desta nova e promissora tecnologia híbrida para a Volks, o Golf GTE é sim um esportivo, apesar de ser cerca de 30 cv menos potente do que o GTI e ser mais de 200 kg mais pesado (tendo 1524 kg) o GTE tem um ótimo desempenho, ele dispara de 0 a 100 km/h em apenas 7.6 segundos (apenas 0,5 segundos mais lento que o GTI), e alcança os 222 km/h, lembrando que o motor elétrico auxilia o motor a gasolina nas arrancadas e acelerações.

golf gte

Visual tradicional de Golf…

Divergindo dos rivais híbrido ou elétricos, o Golf GTE não tem um visual exagerado ou futurista, ao ser não por alguns acessórios, seu design é próximo ao da versão convencional do Golf, entre os poucos elementos exclusivos estão as rodas de liga leve, a grade frontal e os faróis que tem um acabamento próprios para a versão, além disso, o para-choque que é semelhante ao do Golf GTi, conta com iluminação por LEDs. Já na traseira não há nenhuma modificação do GTE para as demais versões do Golf. No geral o carro híbrido pode passar despercebido nas ruas como um Golf comum.

vw golf gte interior painel

O Golf GTE no Brasil deve ser muito bem equipado

Interior tem estilo do GTI e é bem equipado…

Além disso, o Golf GTE vem equipado com um conjunto de série mais recheado em relação ao Golf normal, a lista inclui um sistema de navegação de 9.2 polegadas com comandos por gestos, painel de instrumentos digital com display de 12.3 polegadas, ar condicionado com duas zonas de temperatura e filtro de impurezas, faróis Full LED, rodas aro 16, sistema multi-mídia com tela de 9.2 polegadas, Android Auto e Apple CarPlay, freio de estacionamento eletrônico, câmera de ré, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, sistema de detecção de pedestre, frenagem de emergência automática, piloto automático adaptativo. Outro destaque é a função Traffic Jam, um sistema de direção semi-autônoma que permite que o carro acelere e freie de modo automático mantendo uma distância segura do carro que vai à frente, o equipamento que funciona em velocidades de até 60 km/h, sendo bastante útil no anda e para do transito das grandes cidades, já que nessa condição o carro praticamente segue o veículo à frente de forma automática.

O acabamento da cabine traz os mesmos elementos vistos no Golf GTi, como os bancos esportivos com revestimento em tecido xadrez, detalhes em alumínio no volante, câmbio e pedais.

vw golf gte 2019

Preço do Golf GTE é salgado no Brasil…

O preço de R$ 199.990 é acima do esperado para o Golf GTE e deve garantir que o modelo seja raridade nas ruas, o Golf híbrido será mais caro do que outros modelos 100% elétricos ou híbridos de entrada já vendidos no Brasil, como Chevrolet Bolt (R$ 179.000), Nissan Leaf (R$ 170.000), além do Toyota Prius R$ 128.900 e até mesmo o SUV Lexus UX 250 híbrido que custa R$ 168 mil. Em seu favor o Golf GTE tenta oferecer o melhor dos dois mundos frente aos rivais, ou seja, tem o motor elétrico recarregável na tomada e que permite ao carro rodar por até 50 km sem beber gasolina, e também tem o motor a combustão a gasolina, que permite ao modelo ir mais longe do que qualquer outro carro elétrico no mercado.

As vendas do Golf GTE no Brasil acontecerão na internet a partir do dia 11 de novembro no site da Volkswagen, ou em apenas três lojas autorizadas da marca, uma em São Paulo, outra em Curitiba e outra em Brasília.

Fim de vida do Golf no Brasil…

Lembrando que a VW já encerrou no Brasil, no começo de 2019, a produção do Golf no Brasil, e não há previsão de retoma-la na nova (oitava geração) que começa a ser vendida na Europa já em dezembro. E como a própria Volks adiantou no lançamento do GTE, por enquanto não há previsão de vinda da nova geração do híbrido GTE, ou seja, com o fim do lote do GTE, o Golf deve sair de linha completamente no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *